Browsing Category

pele

3 em Beleza/ Jabá que nós amamos:/ pele no dia 25.10.2016

Mágicos cuidados da rotina de pele!

O post mais lido do blog conta minha história com o Roacutan há mais de 10 anos atrás. Em 2017 completará 10 anos desde que eu terminei minha segunda rodada do remédio. Desde então tenho uma relação de muito cuidado e responsabilidade com a minha pele. Sempre vigilante. Traumas as vezes nos deixam mais cautelosos e isso é o lado positivo da coisa.

Desde o diagnóstico do SOP (síndrome dos ovários policísticos) eu e a Dra. Vanessa Metz estávamos cuidando da minha pele com uma estratégia para evitar a acne. Quando meu quadro hormonal se estabilizou (ufa!), mesmo sem a pílula, nós decidimos mudar o plano. Ela montou uma rotina 100% focada em melhorar a minha pele, isso é, menos poros, textura mais homogênea e por consequência uma vida menos dependente de bases de alta cobertura na rotina.

Uma pele mais bonita, mais saudável e bem cuidada era o meu desejo, menos poros e cicatrizes também. Mesmo louca por maquiagem quero ser cada vez menos dependente de muitas camadas de produtos na rotina. . Já que podíamos parar com o plano que evitava inflamações, a Dra. Vanessa montou uma nova rotina de produtos.
rotina-de-pele

Durante 2 meses eu usei apenas Skinceuticals (tirando o protetor solar) e a minha pele deu um salto. O planejamento da Vanessa incluía peelings no consultório (fiz químico e de crystal), sessões de microagulhamento e a rotina de cuidados em casa, que será o assunto de hoje. Tudo isso, aos poucos, está trazendo o resultado que eu sempre quis. Já vi minha pele melhorar algumas vezes mas nunca vi ela ir para um caminho tão bom quanto agora.

Acho que os tratamentos no consultório vão fazer muita diferença no longo prazo, principalmente o microagulhamento, mas de cara o que me chocou foi: em UM MÊS usando os 4 produtos de cuidado diário – todo dia, sem falta – minha pele MUDOU.

Ok, eu sei que os produtos da marca são super caros. No entanto eu fiquei IMPRESSIONADA com a diferença que eles fizeram. Os produtos certos, escolhidos pela médica certa e o meu comprometimento diário fizeram uma diferença enorme.

Estou providenciando fotos de antes e depois para vermos no futuro, mas só quero mostrar o efeito quando evoluirmos mais no tratamento, então, por agora quis falar do que já deu resultado e fez meu queixo cair.

[ pausa importante: não estou falando dos produtos dessa lista como produtos que vocês devam comprar agora, mas vale levar a ideia de usar a marca, alguns deles ou similares de acordo com seu bolso para seus dermatologistas]

Limpeza: Gel LHA cleansing 

limpeza-lha

Estou oficialmente no segundo vidro, to achando que lavo o rosto demais. O meu primeiro durou uns 45/50 dias. Ele é o melhor sabonete diário que já usei até hoje. É um gel de limpeza que refresca, perfeito para peles oleosas. Ideal para redução dessa oleosidade e para combater a acne. Ele promete isso e no meu caso entregou isso, e valeu cada centavo.

Produto do dia: Antioxidante Phloretin CF

Durante todos os dias desses dois meses eu usei 3 a 4 gotinhas do antioxidante mais poderoso que já usei, o Phloretin FC.  Estou usando esse produto direto e o meu não chegou nem na metade. Então imagino que a estimativa de 2 meses do site seja para quem usa mais de uma vez por dia ou usa mais gotas do que eu uso.

phloretin-cf

O produto é um sérum antioxidante com 10% de vitamina C pura, phloretin e ácido ferúlico que protegem contra os radicais livres, previnem e corrigem os sinais do envelhecimento cutâneo. De acordo com a marca esse produto protege contra a radiação UVA, UVB e IVA; estimula a síntese de colágeno, corrigindo os sinais do envelhecimento cutâneo; neutraliza os danos causados pelos radicais livres, prevenindo os sinais do fotoenvelhecimento, reduz linhas finas, rugas e flacidez e confere luminosidade à pele. Os dois últimos itens eu já notei na prática.

Nós tinhamos medo desse produto deixar minha pele mais oleosa, mas não aconteceu. Minha pele permaneceu super bem na rotina.

Produto da noite: antirrugas Retinol 0.3

O que ele é? 0.3% de retinol puro, melhor ingrediente anti-idade que eu podia querer, um creme noturno que achei que ia me dar alergia, mas não deu. Não só não deu como funciona muito, mas muito bem. Esse é daqueles que eu preciso dizer: anote o nome e pergunte pra sua dermatologista se ele é pra você, porque poderoso ele é.

dermatologista

De acordo com o site da marca, o Retinol 0.3 contém a mais alta concentração de ativo puro do mercado e conta com tecnologias desenvolvidas para otimizar o tratamento anti-idade e potencializar seus resultados na pele. Por possuir um sistema que é similar a uma membrana celular, há aumento da quantidade de produto disponível para agir na pele, o que faz com que a liberação do ativo seja lenta, minimizando o seu potencial irritante. Realmente, não irritou em nada minha pele.

Não sei dizer sobre a duração porque o vidro não é transparente, mas certamente ainda tenho muito tempo desse meu primeiro vidro.

Esses produtos juntos têm causado uma melhora na minha pele que eu nem sabia que era possível. Claro que todos eles somados custam uma grana, por isso vou me repetir: Nada melhor do que ir na dermatologista e ver qual investimento é o que realmente vale a pena pra sua pele. A marca é muito incrível, funcionou pra minha pele melhor do que qualquer fórmula que eu tenha manipulado ao longo desses anos, por isso acho legal ir a uma dermatologista que conhece os produtos.

Como a Dra. Vanessa Metz faz protocolos da Skinceuticals no consultório, eu sabia que ninguém iria montar uma rotina com a marca melhor pra mim. Eu também sabia que iria ser bom, só não sabia que iria sentir tanta diferença na pele. Eu uso várias outras marcas boas, caras e de qualidade, mas nunca senti a pele evoluir tanto em tão pouco tempo. Acho que finalmente entendi o porquê a Skinceuticals é o que é.

Ah! Joana, mas você é blogueira, você ganha muita coisa, então fica fácil.

Com certeza facilita ganhar produtos e ter relação com as marcas ajuda, mas algumas coisas vão bem além da facilidade. Os produtos da marca duram, o resultado/efeito foi inquestionável e por isso eu acredito que faria os investimentos nos produtos que mais fazem diferença na minha vida – sempre fiz, para falar a verdade. Infelizmente meu gasto com a pele nunca foi muito barato. No meu caso, com meu histórico, ter uma pele legal é algo relevante.

Os resultados foram muito expressivos nesses 2 meses. É impressionante. Fiquei encantada com a marca, que eu já adorava, e agradecida pela acertividade da Vanessa.

Essa foi a melhor rotina de pele que já tive nesses 12 anos indo à dermatologista no mínimo de 6 em 6 meses. Espero que tanto cuidado me faça evitar a faca e me sentir bem por muito tempo.

Até me animei pra encontrar um creme de olhos eficiente como todos esses produtos, um dia eu acho um! rs

Beijos

banner-snap

 

Obrigada L’Oréal por ter comprado a ideia de me ajudar com a minha receita, vocês podem ter certeza que se eu já era uma cliente fiel, agora sou mais ainda.
Os produtos desse post foram receitados pela minha médica e enviados pela marca a meu pedido.
6 em Beleza/ Jabá que nós amamos:/ pele no dia 18.10.2016

Protetor solar antioleosidade: quebrando o tabu com La Roche Posay!

Muita gente já me viu fazer resenha de pele por aqui durante esses quase 7 anos de blog,  mas ninguém me viu fazer muitas resenhas de protetor solar DE ROSTO. Dando uma olhada no (f)uti percebi que durante todos esses anos essa é a categoria de produto que eu pouco testei.

Quando o assunto é proteção solar na praia ou piscina, onde preciso de fatores de proteção bem altos, já mostrei dois produtos que me agradam: o 99 da Dermage e o ISDIN extrem UVA. O meu problema mesmo é com protetor solar para uso diário.

Para quem não sabe, sou muito criteriosa com protetor solar para o rosto e acabo usando sempre os mesmos, e assim vem sendo há mais de 10 anos.

Em 2011 revelei aqui que o meu protetor do dia-a-dia era o ROC Minesol e assim veio sendo até quando, quase sem querer, experimentei o protetor de rosto da Korres. Foi amor à primeiro uso. O problema? Tinha que encomendar com as amigas, e esse não é o melhor cenário, convenhamos. Sem falar que ele tem cheiro, um cheiro ótimo que eu adorei em um primeiro momento mas acabou cansando.

Assim fui alternando entre uns e outros, mas sempre com muito medo e pouca satisfação. Minha família inteira testava os protetores que eu ganhava, eu ia usando um ou outro “tester” que a Doutora Vanessa Metz me dava. Gostei de alguns de outros não, mas fui seguindo a vida, sem um queridinho de rotina, sem um amor de protetor. 

Joana, mas por que tanto drama? Simples!

A sempre complexa pele acneica e oleosa. Com tendência a espinhas, ainda que em sua maioria hormonais. 

Batendo um papo super franco com uma galera super entendida de pele da L’oréal, eu desabafei. Contei que estava curtindo muito os produtos de Skinceuticals, falei o quanto a marca mudou minha pele em pouco mais de um mês e admiti estar impressionada com o poder dos produtos. Depois de falar as maravilhas que estão acontecendo com a minha pele confidenciei meus traumas e medos com relação a protetor solar. Nisso, as meninas me pediram para testar, sem compromisso algum, o Anthelios Airlicium da La Roche Posay. 

protetor

Elas estavam tão chocadas que eu não conhecia o produto e ao mesmo tempo tão confiantes de que eu ia adorar que nem tive dúvida. Topei o desafio. No dia seguinte chegou na minha casa o tal protetor antioleosidade revolucionário para o uso diário. Perfeito para o Rio de Janeiro, para minha pele oleosa dramática.

Pausa para mais um pouco de drama para contextualizar: Só quem me acompanha dentro de casa sabe o quanto essa história de protetor solar para rotina era difícil pra mim. Ou tem cheiro, ou a pele fica muito oleosa (o mais comum), ou cria cheiro com o passar do tempo, ou tem cor, ou tem qualquer coisa que me faz implicar. O difícil é eu gostar ou eu ter coragem de testar por dias, sem medo da pele ter algum problema.

Pronto, acabou o drama. Ufa!

Seguindo o conselho de todas as mulheres do evento, eu parei para testar o protetor solar antioleosidade Anthelios Airlicium. Ele é gel creme, tem fator de proteção solar 30 e faz parte dessa linha Airlicium que é a queridinha do mercado. Ele controla a oleosidade e a umidade da pele, mantendo ela com sensação de pele limpa por 9 horas.

protetor-2

E aí? Completei quase um mês de uso e resolvi que ia ter post. O produto não tem cheiro, a textura é muito mais legal de aplicar que o ROC, não fez cheiro depois (coisa que meu velho amigo fazia depois de um tempo de aberto) e o preço é um tico melhor, mas estão na mesma faixa.

Eu achei ele mais leve na minha pele. Também achei mais fácil aplicar a maquiagem depois de usar e já posso dizer que aprovei, aprovei mesmo! 

Eu não poderia ter gostado mais dele, a ponto de estar aqui quebrando esse jejum. Estou usando diariamente numa boa. Claro que ajuda que meus hormônios andam domados (falarei do SOP de novo logo, logo) e minha pele está ótima, são muitos tratamentos novos que também irão virar pauta, minha dermatologista está cada dia mais fera (beijos Dra. Vanessa Metz).

Seja bem vindo Airlicium, sinto que vamos ter longos anos de convivência e amor verdadeiro! :)

Beijos

banner-snap

4 em Beleza/ Parceria/ pele no dia 12.09.2016

Preenchimento: corrigindo a minha boca com a Dra. Vanessa Metz

Quem me conhece sabe que uma das coisas que eu mais amei fazer na vida foi o preenchimento com ácido hialurônico nas olheiras. Hoje, quase dois anos depois, eu ainda tenho o restinho de produto em mim e não posso negar que o resultado superou todas as minhas expectativas. Vou esperar um ou dois meses (completando mesmo 2 anos) para fazer de novo com a minha fiel escudeira, minha dermatologista Dra. Vanessa Metz.

Ter feito o botox pra ajudar na ruguinha do olho (mais conhecido como pés de galinha) e levantar o olhar e a sobrancelha, também foi um procedimento que me surpreendeu positivamente. Sei que foi um capricho, mas foi um daqueles caprichos que fizeram um bem danado pra minha autoestima. Depois deles, duas coisas ficaram pendentes: meu novo tratamento de pele, que tá dando resultados bem legais que logo mostrarei pra vocês, e um segredinho que me incomodava em silêncio.

Resolvi contar pra Dra Vanessa que tinha uma coisa bem sutil da qual eu não gostava: Minha boca era um pouco “desigual”. Poderia deixar isso ali, não era nada que influenciava diretamente na minha vida, mas nessa de tentar sempre novas coisas que turbinem a minha autoestima resolvi mudar e tentar corrigir essa diferença para ver o que eu achava.

Pausa para uma info bacana: Eu sabia que era possível corrigir o falar com a boca meio torta com fono estética, dizem que esse tipo de tratamento previne muitas rugas e corrige várias coisas. Agora não estou podendo me dedicar a isso mas acho válido a pesquisa. Eu mesma tenho bastante interesse no assunto.

Voltando, com muita calma e paciência a Vanessa ouviu minha queixa, pensou no assunto e topou abraçar a causa. Eu queria corrigir meu lábio porque meu lábio superior tinha alturas bem diferentes e quando eu falava um lado repuxava muito mais do que o outro. Pouca gente via, mas eu andei numa fase incomodada e como não seria definitivo, resolvi tentar o preenchimento.

Aproveitei para dar um pouco mais de proporcionalidade pra o lábio inferior em relação ao superior, mas de uma forma muito natural porque eu tenho pavor de ficar com aquela boca de pato, bem artificial. Foi tão sutil que acho que não será tão fácil mostrar os resultados nesse post, mas vamos tentar.

boca-2

Depois de ter quebrado esse tabu, já acho que poderia ter colocado um tiquinho a mais de preenchimento, mas nós duas ficamos muito focadas na correção e no ajuste fino. Para que fosse algo que não mudasse meu rosto, apenas ajudasse na harmonia dos lábios. 

Uma surpresa que eu realmente não imaginava que aconteceria foi a textura dos lábios, mais bonitos e com aspecto de hidratados, menos enrugados. Acho que isso fica bem claro na foto do antes (de cima) e do depois (de baixo).

O resultado do dia um pouco mais inchadinho foi algo que eu curti bastante, no futuro acho que teria coragem de pedir um pouco mais. Por motivos 100% estéticos, nesse caso.

Algumas pessoas adoram demonizar esse tipo de preenchimento, cada dia que passa acho isso uma besteira maior. Não podemos ser reféns de nenhum padrão de beleza, muito menos dos que não ressoam pra gente, mas na prática poder corrigir algo que não amamos sem fazer uma cirurgia complexa é algo bem legal. Adoro saber que existem possibilidades de calibrar a autoestima de diferentes maneiras, e não sendo perigoso ou invasivo, acho uma ótima saída.

Agora as perguntas que não querem calar: Joana, doeu? Sim, doeu um pouco, mas nada demais pra mim. Rápido e rasteiro. Se no preenchimento das olheiras não senti quase nada, nesse eu senti uma dorzinha. Ficou roxo? Os roxinhos também ficaram uns dias mas vivi bem de corretivo e base de alta cobertura por uns 3 a 4 dias. Você faria de novo? Sim, mas acho que da próxima seria menos medrosa e pediria um pouco mais.

Acho que temos que nos sentir bonitas do jeitinho que a gente gosta. Ainda não tenho uma opinião definida de quais são os limites que valem a pena para as intervenções no nosso corpo mas pra mim, hoje, vale o que me deixa feliz e segura com minha beleza, meu corpo, minhas curvas e meus traços. Não quero fazer nada para pertencer a um grupo, para agradar algum cara, ou para seguir algum padrão. Procuro fazer coisas que tragam harmonia para o meu biotipo, meu perfil de beleza – que não é padrão mas é meu e por isso é perfeito de um jeito único.

Não sei se vocês notaram, muito menos se vocês gostaram, mas como sempre divido essas experiências com vocês, não faria diferente agora.

Beijos

banner-snap