Browsing Category

Beleza

1 em Beleza/ corpo/ Destaque/ pele/ Publieditorial no dia 24.10.2017

Todo corpo precisa de protetor no verão: XL Protect FPS 50

Quem acompanhou nossa primeira pool party 18 de fevereiro sabe que eu já usei muito o Anthelios XL Protect FPS 70, da La Roche-Posay. Eu sempre uso um fator de proteção alto assim no rosto, mas no corpo eu gosto de flexibilizar o fator, por isso o lançamento da  La Roche-Posay chamou bastante minha atenção. A marca lançou esses dias o Anthelios XL Protect FPS 50. Produto que mal chegou lá em casa já foi comigo pra Bahia e me permitiu curtir o sol de uma maneira bem saudável, como deve ser para todos os corpos no verão, voltei com um bronzeado leve, saudável e bonito.

Como aqui a gente vive lembrando que não tem corpo certo para curtir o verão, precisamos fazer mais do que falar sobre maiôs e biquinis que vestem todos os corpos, precisamos lembrar da importância de cuidar da pele durante os dias de praia, piscina e exposição ao sol. Porque queremos mulheres livres para fazerem o que quiserem, aos poucos abrindo mão das roupas e cangas na praia, curtindo a real liberdade com o corpo.

Se vamos colocar biquini ou maiô e curtir a praia sem medo, sem julgamento, precisamos ter um bom protetor solar para esse momento. Para curtir a estação sem maltratar a pele, por isso esse lançamento chegou em tão boa hora antes do verão. Porque colocar o corpo pra jogo é importante, mas tão importante quanto isso é mantêm-lo protegido do sol.

O que tem de mais legal nesse lançamento?

O produto está disponível em 120 e 200 ml, permite você pegar uma corzinha de forma bem saudavel, o fator de proteção não é nem muito baixo, nem muito alto. Um excelente meio termo para o corpo. A textura é o que mais me impressionou, super leve e com uma sensação fresca. Ele não gruda, o que já sabemos que eu adoro, ele também promete hidratação por 8 horas e é resistente a água.

Ele é um protetor solar muito completo. Possui uma fórmula que une um sistema de filtros de amplo espectro, a qual previne os danos dos raios UVB, UVA curto e UVA longo, a um poderoso complexo antioxidante com vitamina E, além da exclusiva Água Termal de La Roche-Posay, ativo consagrado no combate aos radicais livres, e que, devido a sua ação antioxidante, auxilia na prevenção dos sinais do fotoenvelhecimento.

O produto custa: R$ 59,90 (120ml) e R$ 69,90 (200ml). Pessoalmente acho que o custo benefício do de 200 ml é maravilhoso.

Eu estou adorando a textura, a cor bem leve do bronzeado e a qualidade da pele, eu fico impressionada como a marca é mesmo maravilhosa.

Esse lançamento está disponível na na Drogaria Pacheco nesse link aqui, eles tem frete grátis para entregar em todo o Brasil! Eu recomendo DEMAIS esse produto, quem está usando sabe do que estou falando, mas sempre lembro que é importante falar com seu dermatologista antes de colocar um produto novo na rotina, como a Dra Vanessa me recomendou o 70 e fazia uso dele, não tive dúvidas quanto a experimentar o novo de FPS 50, afinal meu corpo fica bem legal com uma corzinha saudável.

Amei a textura e a proteção desse lançamento, acho que ele vai seguir me acompanhando nesse verão que está chegando por ai.

Beijos

11 em Autoestima/ Beleza/ Make-up no dia 18.10.2017

Blush no nariz – ou a primeira vez que eu fiquei intimidada sobre a minha maquiagem

Vamos pular para uma cena de uns 3 ou 4 anos atrás. Na época eu ainda ia em vários eventos para blogs e esse em específico era uma palestra com uma maquiadora de uma marca de maquiagem bem bacana. Tinha muito mais blogueira de beleza e maquiagem do que de moda e comportamento, e todas estavam super bem maquiadas.

Eu fui com a minha maquiagem de sempre: base de cobertura média, uma sombra meio marrom, rímel, gloss, sobrancelhas preenchidas, iluminador e blush. Básica, sem grandes montações, apenas uma versão um pouco mais maquiada de mim. Uma versão maquiada mas sem parecer que estou de cara lavada. Era um evento no meio da semana, no meio da tarde e não faria sentido para o meu estilo de vida – e o meu estilo em geral – estar de um jeito que eu poderia ir a um casamento. E tudo bem, eu convivo nesse mundo de blogs há tempo o suficiente para respeitar quem ama uma montação a qualquer hora do dia.

O evento estava bem interessante, a maquiadora estava mostrando umas novidades em uma modelo e mostrando uns truques. Até que chegou a hora do blush.

Não lembro o motivo que levou a essa discussão, mas só sei que no momento que ela passava o blush na modelo enquanto conversava com a gente, surgiu uma discussão sobre cafonices na maquiagem e eu só consegui ouvir a hora que uma das meninas presentes falou algo do tipo: “eu morro quando vejo alguém passar blush no nariz, gente é muito cafonaaa, não dá”. Logo depois várias se juntaram no coro e eu fiquei sem saber o que falar.

Existem várias técnicas de maquiagem que são polêmicas pela provável cafonice: Olho tudo, boca tudo. Blush mega marcado estilo anos 80. Aliás, qualquer maquiagem vinda dos anos 80. Batom vermelho com gloss. Sombra multicolorida. A novidade são as sobrancelhas onduladas. Até o batom snob não escapa dessa polêmica. Enfim, existem mil exemplos mais óbvios de maquiagens com viés cafona, mas nunca imaginei que o inocente blush no nariz seria motivo de conversa.

Desde que me entendo por gente eu passo blush nas bochechas e finalizo com uma pincelada no nariz. Nem considerava um truque de maquiagem porque associo sempre a uma fase que eu tenho saudades, que é de quando eu era menor, passava o dia na praia ou na piscina e ia dormir com bochechas e nariz rosados. Acho que fica com cara de saudável, de rata de praia, de surfista (por mais que eu tenha subido poucas vezes em uma prancha), mas tenho um carinho especial e nunca abandonei essa “técnica”. Por isso fiquei chocada quando descobri que em terras paulistanas, parecia ser quase uma heresia de beleza. Na hora eu não consegui nem mencionar que eu fazia aquilo, ao contrário, eu fui me encolhendo na cadeira e sentindo meu nariz pegando fogo, como se o blush tivesse virado um painel de led em cima do meu nariz.

Por um tempo eu tentei me controlar para não fazer mais isso. Me policiava tanto que quando o pincel começava a chegar perto do nariz, CAFONA surgia na minha cabeça em letras garrafais e em neon. O único problema é que quando eu acabava esquecendo e fazendo, eu não conseguia ver motivos que justificassem a cafonice. É um detalhe discreto, se eu não falar ninguém percebe (como tenho certeza que ninguém percebeu no dia, porque a discussão não era direcionada à mim). Até que um dia o óbvio apareceu para me botar no lugar.

  1. Eu quase não tinha contato com aquelas pessoas. Por quê eu sentia essa necessidade de não ser cafona pra elas?
  2. Será que não é uma coisa muito pequena para tanta encanação? Resposta: É!
  3. Se eu me sinto mais bonita assim, por quê eu deveria mudar e virar minimalista do batom vermelho ou Kim Kardashian?

Depois disso, peguei meu pincel, passei no blush e voltei para a minha vibe praiana-não-importa-onde-eu-esteja. Nunca mais tinha pensado nessa história até hoje, quando pensei e o primeiro pensamento que veio na minha cabeça foi: “Carla, mas como você era boba, né?”. Ah, como é boa a sensação de ser você mesma, com ou sem cafonices. :)

>>>>>>> já que estamos falando de blush, quem está procurando algum, essa é a lista de alguns que já usei ou estou usando e amando que estão nos sites afiliados <<<<<<<<<

 

2 em Beleza/ Destaque/ pele/ Publieditorial no dia 13.10.2017

Pele oleosa: Máscara mineral de argila purificante da Vichy

Hoje vou falar com aquela turma que acompanha minha saga com os cuidados com a pele. Como vocês sabem, esse é um dos assuntos que mais rendem por aqui, durante esses quase 8 anos de blog alguns dos posts mais lidos foram sobre pele e por isso eu adoro quando tenho alguma novidade ou resenha sobre o assunto.

A Vichy lançou uma linha de 3 máscaras minerais que só precisam de 5 minutos para serem aplicadas. Elas são para 3 tipos de pele e objetivos diferentes, simples de serem aplicadas, rápidas (como eu já disse) e com novos princípios ativos. O ideal é aplicar 1 a 2 vezes por semana, depois de conversar com seu dermatologista.

Como vocês já sabem, eu tenho a pele oleosa e tenho uma tendência a acne hormonal, por isso todo e qualquer produto que entra em contato com minha pele precisa ser friamente calculado. Precisa ser o produto certo para o meu tipo de pele e é sobre essa versão, a máscara mineral de argila purificante que eu irei falar nesse post, mas antes vou dividir um pouco mais sobre esse lançamento com vocês:

A linha completa é composta pelas seguintes máscaras: Máscara ReequilibranteMáscara Mineral Argila Purificante e  Máscara Mineral Efeito Peeling. Todas combinam a Água Termal Mineralizante de Vichy com poderosos ingredientes ativos como pedras vulcânicas, vitamina B3 ou uma combinação especial de duas argilas. Essas máscaras prometem não apenas resultados imediatos mas também no longo prazo.

 

Agora eu vou falar do que achei dos resultados no curto prazo – o que já me impressionou bastante – e a medida que for usando mais, vou atualizando vocês sobre o uso constante. Como mostrei ao vivo e a cores no stories do @futilidades, há algumas semanas apliquei uma dose da Máscara Mineral Argila Purificante.  Ela cumpre seu papel perfeitamente sem deixar a pele ressecada (esse é um desafio grande pra esse tipo de produto) e não me acho exagerada em dizer que talvez essa tenha sido uma das melhores máscaras que já usei para peles oleosas.

No caso dessa Máscara Mineral Argila Purificante, como disse anteriormente, ela combina Água Termal Mineralizante de Vichy, conhecida por reforçar a barreira de proteção da pele contra agressões do dia a dia, hidratar e acalmar; Caulium e Bentonita, dois tipos de argilas brancas ultrafinas e que são responsáveis por absorver  oleosidade, impurezas e também por matificar a pele; Aloe Vera e Alantoína, ativos que são  calmantes e suavizantes. Acho que é por causa dessa mistura que a pele não fica ressecada.

A combinação desses ingredientes permite que a pele fique rapidamente sem excesso de oleosidade, o efeito fica realmente matte e ainda limpa ao ponto de tirar as impurezas que são mais profundas e difíceis de sair com sabão. A máscara tem a intenção de diminuir poros e as imperfeições usando regularmente, por isso já estou ansiosa em ver como vai ser seu uso a longo prazo, por enquanto eu sigo usando e me impressionando.

O melhor? O cheiro e a textura!

Por que? Eu explico. A textura da Máscara Mineral de Argila Purificante é um creme não oleoso e fácil de espalhar. Dá para massagear, espalhar bem e tirar com facilidade. Isso não é tão comum nesse tipo de produto.

foto sem filtro ou maquiagem para mostrar a pele sem oleosidade, matte porém com viço depois da primeira vez que usei

Se você, assim como eu ficou muito interessada nesse lançamento, não esqueça de consultar o seu dermatologista! A minha, Dra. Vanessa Metz, liberou assim que viu que eu recebi a novidade aqui em casa. 

O melhor? Você pode testar sem gastar muito! Com menos de vinte reais você tem em mãos o suficiente para duas doses, o que me faz achar um ótimo custo benefício para quem quer testar semanalmente e ver os resultados a longo prazo, assim como eu estou querendo fazer.

O preço sugerido desse produto (que vem com duas doses, vale repetir) é R$19,90. O lançamento já chegou no mercado, para comprar online você pode vir aqui no site da Época. Eles oferecem frete grátis a partir de R$ 79,00 em compras Vichy.

Quem acompanha minha trajetória de pele sabe a importância que eu dou para lançamentos tão efetivos no combate ao excesso de oleosidade. Esse foi super aprovado! Arrasou Vichy, mais um lançamento recente que amei. <3

Beijos