Você está navegando na categoria: "Beleza"

19
jan
2015

Beleza: compras de farmácia e de maquiagem!

Beleza, Make-up

Por incrível que pareça, eu costumo morrer de preguiça das farmácias e lojas de maquiagem quando eu viajo. Quase sempre fico perdida, sem paciência de procurar coisas novas para testar, sem contar meu lado pão duro, que fica dizendo no meu ouvido que eu posso fazer coisa melhor com o dinheiro que eu iria gastar nesse tipo de loja.

Claro que o fato de eu ganhar muitas novidades com o blog contribui nessa minha falta de interesse, mas mesmo antes do futi, eu não lembro de ter prazer nessa experiência. Aliás, meu lado pão duro é totalmente sem noção (eu reconheço), já que muitas vezes eu me recuso a dar 50 dólares em um item de maquiagem, mas acabo pagando mais que o dobro aqui no Brasil.

Nessa viagem, porém, eu meio que fui obrigada a fazer esse tipo de compra. Esqueci minha necessaire básica com corretivo, blush, lápis de sobrancelha – vocês sabem que não vivo sem esses 3, né? – e outras coisinhas no Brasil, e só fui me dar conta desse fato quando revirei minha mala 5 vezes e não encontrei. Solução? Um tour pela CVS ou Walgreens mais próxima e depois um outro pulinho na Sephora, que eu até já estou mais acostumada, apesar de frequentemente ficar perdida.

A experiência acabou sendo bem mais agradável do que eu esperava. Tudo bem que eu estava com um casal de amigos que ama se perder pelas farmácias americanas e que me ajudaram nessa “imersão”, mas acabei descobrindo uma coisinha aqui e outra ali que praticamente me salvaram – e depois ainda saí arrependida de não ter levado outras coisas. Quem diria!

Não é nada de novidade, nada muito mirabolante, apenas coisas que deram muito certo comigo e resolvi dividir!

produtos-belezaEscova da Revlon: duas coisas que não podem faltar na minha mala tipo..nunca: pente – que agora foi substituído pela escova do Michel Mercier que falei aqui – e escova de modelar. Sempre penteio o cabelo molhado e seco com as mãos, mas na parte da frente a escova costuma dar um jeitinho. A minha era só de madeira e cerdas de nylon, mas estava muito afim de uma com cerâmica e as cerdas de nylon com bolinhas. Para mim, é a que mais funciona no cabelo!

Corretivo Radiant Creamy Concealer, da NARS: pela primeira vez em muitos anos eu me vi longe do meu amado Kryolan. Pra piorar, fiquei sem o Kryolan e sem o Fake Up, ou seja, sem corretivo nenhum! A sorte é que a Aline, que foi minha companheira feminina na viagem, me emprestou o dela, que é esse da NARS, e eu acabei adorando. Algumas “pintinhas” embaixo dos olhos já dão uma cobertura bem boa e natural, e achei que acumula menos nas dobrinhas. Fiquei bem feliz de ter achado um substituto à altura e mais fácil de encontrar!

Everlasting Bronzer, da Kat Von D: Já falei desse bronzer no blog em 2013. O meu acabou e não encontrei ele na Sephora daqui. A durabilidade maravilhosa, as vezes uso como contorno, as vezes como blush/bronzer mesmo, e acho o preço bem justo lá fora, ainda mais se comparado com a qualidade que ele oferece: US$25.

Lápis Arch Sculpting, da Hourglass: Também falei desse lápis para sobrancelha em 2013. Em 2014 ele acabou e até ensaiei comprar aqui no Brasil – que é o que eu costumo fazer mesmo – mas infelizmente ele chegou aqui por R$203 reais e até meu eu-pão-duro-contraditório achou exagerado. Passei mais da metade do ano passado testando outros, mas esse continuou sendo meu preferido. Que bom que eu esperei, paguei US$32!

Marvelous Oil, da Garnier: Na tal necessaire estava aquele Garnier Liso Marroquino que também foi pauta em 2013 (aliás, que ano bom para lançamentos, né? Todas essas minhas reposições são de produtos que conheci no ano! rs), que até hoje é o mesmo do post – nota mental: checar a validade – e ainda tem muitooo produto, mesmo eu usando demais! Bem, esqueci ele no Brasil e quando fui comprar um substituto, resolvi não inventar muito e arriscar comprar um produto que poderia não funcionar. Peguei essa versão para cabelos danificados e gostei demais! Tão bom quanto seu primo marroquino – e ainda achei o cheiro melhor!

Creme de mãos Ultimate Strenght Hand Salve, da Kiehl’s: Não foi comprado na farmácia nem na Sephora, mas foi uma das coisas que eu tive que repor. Não sei porque nunca falei desse creme antes, já que ele é meu queridinho do dia a dia! Super hidratante e com fixação maravilhosa, você pode usá-lo durante o dia sem ter que ficar se preocupando em reaplicá-lo cada vez que for lavar as mãos (minha maior birra com creme de mãos). Acho até que vale um post dedicado! ;)

Deu pra ver que até quando eu tenho liberdade poética de dar uma surtada nesses lugares, eu fico contida, né? Com muitas opções, eu realmente fico perdida e prefiro me ater ao necessário ou então ao que foi muito bem recomendado. Juro que queria muito ser picada pelo “bichinho da farmácia”, mas isso ainda não me aconteceu.

Alguém aqui é louca por farmácias e adora fazer descobertas de beleza? Quem tiver produtos imperdíveis pode dar a dica que eu quero saber! :)

Beijos

Carla

14
jan
2015

Cabelos: Hair Styler da Conair

Beleza, Cabelo

Eu sempre fui uma negação com aparelhos para modelar cabelo. Apesar de eu conseguir me virar com penteados presos (claro que é sempre no estilo coque + grampos aleatórios),  minha escova nunca sai super lisinha, minha chapinha é a pior do mundo, sempre morri de medo de me queimar com babyliss e admiro de verdade quem consegue deixar a parte de trás do cabelo tão boa quanto a parte da frente.

Nunca me incomodei muito com isso, mas de uns tempos pra cá eu comecei a sentir uma certa vontade de deixar meu cabelo mais interessante sem depender da sorte de um good hair day. Ok, admito, os experimentos da Jô nesse segmento também me influenciaram. :)

O Miracurl apareceu, eu acabei enxergando uma possível solução para os meus problemas e fiquei um tempão procurando alguém que tivesse e pudesse me emprestar, afinal, não queria comprar sem fazer um test drive antes. E se eu também fosse desastre com mais um aparelho? Não era impossível!

10848128_1386050901692009_1499019784_nNão consegui fazer meu teste, mas um belo dia eu acordei decidida e foi preciso apenas um vídeo tutorial (esse da Andreza!) para eu ter certeza que eu conseguiria. Detalhe: tive essa mesma reação com a chapinha e o babyliss normal – sabe, aqueles que eu sou um desastre? hehehe Optei pelo Hair Styler, da Conair, porque já tinha ouvido pelo menos 2 amigas falarem super bem – e também porque encontrei ele numa promoção pré Natal por um preço bem mais convidativo que o Mira. Pelo que eu fiquei sabendo, a maior diferença que ele tem para o Miracurl é que as mechas ficam aleatórias (uma vez ele gira para esquerda, outra pra direta). Essa informação não fez muita diferença pra mim, sinceramente, mas resolvi comentar para o caso de alguém achar importante!

Comprei no impulso e, mesmo na promoção, não foi barato. De qualquer forma, estava pressentindo que valeria o investimento. Por ironia do destino, no dia seguinte da minha compra, eu fui na casa de uma amiga que tinha exatamente o modelo que eu adquiri e pude finalmente experimentar!

De fato, esse cacheador é muito prático, intuitivo e fácil de usar. Até quem tem duas mãos esquerdas, como eu, não encontra dificuldades de manuseio (nem na parte de trás!) e consegue um bom resultado. Sem contar que achei ele super rápido, tanto para aquecer, quanto para fazer os cachos!

Também tinha muito medo que o cabelo prendesse dentro do aparelho, mas até o momento, esse meu receio tem se mostrado infundado. Se você separar mechas finas e desembaraçá-las antes, nada acontece. As poucas vezes que eu botei uma mecha mais grossa do que deveria, o apito de alerta soou e eu consegui tirar meu cabelo com facilidade.

hair-styler-conairMinha primeira tentativa de uso, na noite de Natal! A parte de cima ficou mal resolvida porque eu não estava familiarizada com ele e acabei errando a distância da raiz, mas curti o resultado final mesmo assim!

Quanto maior a temperatura e maior o tempo dentro do aparelho, mais cacheado seu cabelo fica. Como gosto de cachos mais soltos, uso sempre na menor temperatura e no menor tempo (Low e 8, respectivamente). Mesmo assim, confesso que os cachos ainda saem definidos demais para o meu gosto. Curto ondas mais largas e bem naturais mas, infelizmente, o Hair Styler – acredito que nem o Miracurl – ainda não oferecem essa opção mais I woke up like this. rs Só que isso é um problema bem fácil de resolver: é só abrir os cachos com os dedos depois.

A única dica de ouro que eu dou é: não resolvam usar pela primeira vez em um dia importante. Testem bastante antes! Eu caí no erro de estrear no Natal e quase me arrependi porque ainda não tinha noção de qual distância da raiz funcionaria melhor no meu cabelo. No fim deu tudo certo, mas fiquei tensa! hehehe

Eu comprei no Walmart.com – agora está com o preço cheio de novo, acho que paguei algo em torno de R$520 – mas quem estiver de viagem marcada para os States, sugiro esperar e comprar por lá. Mesmo com o dólar nas alturas, a diferença ainda compensa!

Alguém mais usa? Tem alguma dica legal para dar? Algum truque para deixá-lo o mais natural possível? To querendo ouvir tudo! :)

Beijos!

Carla

12
jan
2015

Beleza & maquiagem: bases preferidas da Jô

Beleza, Make-up

Cada dia que passa eu me considero mais apaixonada pelo universo da beleza, principalmente por maquiagem e produtos de pele. Eu gosto de produtos de qualidade, com bom acabamento e que façam parecer que eu acordei linda, na maioria das vezes prefiro esse resultado de naturalidade e para obtê-lo eu brinco muito com o que eu chamo de trio mágico: base, contorno e iluminador.

Hoje vou falar de bases, inclusive das que vinha usando e já foram posts antes por aqui.  Sendo 100% honesta com vocês, para mim é muito difícil acertar de primeira com uma base, pesquiso muito antes de comprar uma nova e quase sempre é um drama para acertar a cor. Essa é minha categoria de maquiagem mais delicada, acaba sendo onde invisto mais tempo de pesquisa e dinheiro também.

Por causa da pele oleosa, eu tenho mais um agravante: sinto muita dificuldade em encontrar um bom produto por aqui. Uso MUITA maquiagem nacional, mas ainda não acertei com uma base, quando eu acertar conto pra vocês.

Antes das bases desse post, eu usava os seguintes produtos:

Base HD da Make Up Forever: versátil, para o dia ou para noite, com cobertura média e ótima durabilidade.

Base líquida da Maybelline: para mim, a Super Stay 24 Horas tem um dos melhores custo benefício da categoria. Cobertura média para alta, dura muito, mas não 24 horas hehehe. Acho ótima para o verão!

Base Dream Matte Mousse Maybelline: essa tem um acabamento aveludado que eu adoro, também gosto muito da cobertura mais pesada e considero perfeita para o inverno.

Eu continuo adorando os produtos listados acima, no entanto, acabei descobrindo outras 3 que vão dificultar a minha vida na hora de escolher as que vão ficar de vez. Configura maluquice uma pessoa só ter 6 bases diferentes?

bases

1. A base de Marc Jacobs já apareceu por aqui, ela ganhou o ringue de beleza da Ca e esteve na minha lista de melhores do ano. No brunch que tivemos na casa da The, a Ca me convenceu a escolhê-la e desde então estou usando MUITO, com todas as letras maiúsculas mesmo. Assim como a da Make Up Forever, ela é super versátil, tem uma cobertura (quase) leve, bem luminosa e durabilidade muito boa.

2. A base da Chanel já ganhou resenha por aqui e eu preciso admitir que me equivoquei. No fim de muitas tentativas, entendi que a minha cor estava errada e resolvi comprar outra quando viajei em Setembro. Dessa vez, o rapaz que me atendeu acertou em cheio minha cor e hoje em dia minha relação com a Perfection Lumiere mudou da água para o vinho.

Ela é minha base de festas, eventos, casamentos ou dia de fotos. Ela é perfeita para pele oleosa e tem uma cobertura mais pesadinha, mas nada reboco.

 3. A base em pó da Lancôme, mais precisamente a Dual Finish, foi um daqueles casos que eu não esperava ser convencida, e fui. Também em Setembro, tive a oportunidade de conversar com boa parte da equipe de Lancôme e contei que minha pele oleosa não se dava com as famosas bases da marca. Na mesma hora, todos me sugeriram essa. Uma base em pó com cobertura legal, acabamento matte e uma bonita pele como resultado final. Infelizmente ssa base não tem no Brasil, tomara que chegue um dia.

Ela pode ser usada como base ou pó, só tem que ver as quantidades para não carregar o pincel e acabar com uma cobertura muito exagerada quando resolver usar por cima de uma base liquida.

Eu estou usando como base após o corretivo, e tem dado super certo. A cobertura é forte, mas não tão pesada e bônus: minha pele se manteve seca, sem espinha e com um visual legal. Recomendo muito para as viajantes de pele oleosa.

Essas foram as 3 bases que ganharam espaço na minha vida em 2014, logo vou falar para vocês dos corretivos.

Quem tiver boas dicas de bases para peles oleosas eu agradeço! Sei que já tenho muitas, mas não custa nada pensar nas próximas, né?

Beijos

Página 12 de 137« Primeira...1011121314...203040...Última »