Browsing Category

Cabelo

1 em Beleza/ Cabelo/ Destaque/ pele no dia 09.01.2017

De fora para dentro: o que mudo fora que reverbera dentro!

Engraçado como quando eu ficava presa na briga com a balança eu mal parava para ver o resto. O cabelo estava quase sempre igual, a pele era bem cuidada na medida do possível, a cara de cansada me desanimava a ousar na maquiagem e a sobrancelha não parecia ornar tanto, não era a moldura do meu rosto que eu queria ter, mas nada mais importava: a beleza viria quando baixasse o ponteiro da balança! Aham, senta lá Cláudia!

Os anos foram passando e eu fui relaxando e ganhando confiança. Aos poucos fui deixando aquele sentimento de inadequação com o peso de lado e olhando para todo o resto que eu tinha e passei a buscar mudanças que me faziam sentir mais bonita. Fui largando aquela ideia de atingir uma perfeição, de atender a um padrão de beleza do outro e fui vendo o que genuinamente combinava comigo, o que eu queria mudar em mim mesma.

As primeiras respostas? A olheira, a cara de cansada me dava um desanimo que eu não gostava. Depois descobri que eu queria fazer a sobrancelha de um jeito que ela combinasse mais com meu rosto, me desse um olhar diferente, que retratasse mais a minha personalidade e por fim resolvi mudar o cabelo, passar a fazer uma química mais light, cuidar bem com produtos de muita qualidade para enfim poder mexer na cor e iluminar os fios.

Acredito que a gente se enfeitar e se cuidar para se sentir mais bonita é bem legal, é o máximo na verdade. Eu proponho antes de mais nada a busca por um senso crítico pessoal para entender a real motivação que te leva a querer mudar, para entender se aquilo de fato vai te colocar pra cima por que se for? Tá tudo bem. Você é dona do seu corpo e pode fazer o que quiser com ele. 

Eu quero mudar apenas onde o MEU calo aperta. Alterando apenas o que ME INCOMODA, enquanto me incomoda. Cada mulher vai saber de si, mas nesse post eu resolvi compartilhar as 3 coisas que fazem muita diferença para mim. Para você pode ser fazer crossfit, correr a maratona, comer alimentos específicos ou até mesmo fazer ou não química nos cabelos. Desde que seja o que você quer e não uma correção para atender a expectativa de uma mãe que marca em cima, de um namorado fit ou qualquer coisa do tipo.

PREENCHIMENTO DA OLHEIRA

antes em 2014 | antes em dezembro de 2016 | depois do mesmo dia

 

A primeira coisa que eu amei mudar na minha vida foi o preenchimento. Eu me senti tão mais confortável com o olhar descansado. Foi talvez a coisa mais marcante que eu já fiz. A primeira vez foi em 2014, o produto durou muito em mim e como eu engordei, acabei precisando menos. O ácido hialurônico ganhou meu respeito nessa hora.

O primeiro resultado está nesse post aqui, de agosto de 2014.  O segundo resultado é esse do post de hoje:
Dessa vez não aplicamos exatamente no mesmo lugar, mas o resultado ficou ótimo, bem como eu queria. Anos depois e eu continuo adorando.

Alias, eu gosto muito de todos as aplicações de toxina botulínica e ácido hialurônico que já fiz. Podem falar o que for, mas eu me sinto muito melhor, me faz bem, é eficaz e sutil (graças a competência da Dra Vanessa Metz obviamente).

MICROPIGMENTAÇÃO DA SOBRANCELHA

Como já contei aqui, a micropigmentação da minha sobrancelha é algo que mudou minha vida, tanto a micro quanto fazer a sobrancelha com a pessoa que melhor externou minha personalidade através dela.

Não importava o quanto me dissessem que homens gostavam de sobrancelhas finas, eu sempre tive PAVOR. Sempre gostei de limpar de deixar ela no formato natural, até que Monica Pias começou a cuidar dela e fez ajustes finos no formato. Meu Deus, como eu adorei, mais de ano depois eu fiz a micropigmentação (já confiava na Monica pra isso) e não me arrependi. Tanto que já fiz mais uma no ano seguinte e esse ano farei de novo quando a hora chegar.

Tem post só sobre a micro aqui, mas muitas das minhas amigas só fazem a sobrancelha com a Monica e amam. Outras fazem a micro e eu e minha mãe fazemos as duas coisas.

MUDAR A COR DO CABELO

A mais simples das mudanças e a mais incrível ao mesmo tempo. Desde que mudei minha química para uma escova chamada Definity Selant (to numa fase fazendo só a raiz), meu cabelo ficou mais forte, mais cheio, movimentado e por sua vez mais preparado para mudanças. Por isso tomei coragem e pedi para a Victoria, que corta meu cabelo há mais de 10 anos, fazer minhas luzes. Desde então já fiz 3 vezes e acho que assim como os acontecimentos citados acima, mudou minha vida.

Eu AMEI meu cabelo iluminado, acho que nasci assim e acredito que vou ficar um bom tempo sem usar ele todo preto, se bobear vai ser assim pra sempre. Prezo muito pela saúde da Victoria <3, porque além de todo amor, sem ela eu acho que não mexo na cor, não, assim como sem Jussara não faço química! #vidalonga pra elas

A primeira vez que eu fiz virou post aqui, hoje to muito mais iluminada! rs

—–

Não gosto da ideia de mudanças corretivas para atender ao padrão. A vida inteira me disseram que meu nariz era muito bruto, que ele era feio, pouco feminino (?), hoje eu só penso: que sorte a minha que não tive coragem de operar. Eu genuinamente acho que ele faz parte de quem eu sou agora, gosto dele, acho cheio de personalidade e o que mais tem é surra de foto de perfil, coisa que seria impossível nos meus 15 anos.

No entanto também não quero me tornar contra mudanças fora que inspiram felicidade, bem estar e autoestima dentro. Acredito que hoje sou a favor de algo que você muda fora e te dá muita força dentro. No meu caso, não atendo aos padrões da balança, mas adoro ajustar a forma de me vestir, fazer uma super maquiagem, um cabelo arrumado (mesmo que pra parecer bagunçado) ou mesmo ver minhas olheiras preenchidas. Só eu sei a felicidade que foi ver que eu sorria e já não parecia tão cansada. Foi fora, mas reverberou dentro. 

A meu ver o sinal de alerta tem que ser acendido quando você opera o nariz e sua relação com ele não muda, quando você mudou o sorriso e agora quer mudar a bochecha, quando você mal mudou uma coisa e tá querendo mudar outra. Porque nessa você pode estar procurando não fazer pequenas mudanças pra te levantar e sim mudanças para te deixar perfeita. Aí a busca pela beleza pode custar caro e você mergulhar num poço sem fundo. 

Hoje antes de qualquer procedimento ou pensamento que envolva uma mudança eu penso:
 para quem? por que? qual o objetivo? é necessário? vai fazer diferença?

Eu só opto por mudar algo em mim se a resposta começar com: é para mim, para eu me sentir melhor comigo.  Não contando com a expectativa de um cara me achar mais bonita, de um cliente querer me contratar depois ou mesmo de uma amiga achar que eu fiquei mais gata. Tem que ser por mim, pra mim, para minha relação com meu reflexo no espelho. Jamais colocando em risco minha saúde mental e física. 

No meu caso, como Joana, essas são as 3 mudanças físicas que fazem sentir mais bonita, mais segura e ajudam a segurar a minha autoestima e autoimagem do jeitinho que eu quero.

Beijos

< Todos os profissionais citados nesse post são parceiros do blog, no entanto se não fossem eu estaria indo neles da mesma forma, a maior prova disso é que minha mãe vai também vai nas 3 pessoas e paga por seus serviços, assim como boa parte das minhas melhores amigas. Eu jamais deixaria minha imagem e parte relevante da minha autoestima nas mãos de profissionais que eu não confiasse. >
7 em Beleza/ Cabelo/ Publieditorial no dia 16.11.2016

Cabelos: pós química de abacate e jojoba, lançamento Bio Extratus

A gente usa Bio Extratus há anos, nos últimos meses estamos nos aventurando em experimentar diferentes linhas e quando embarquei com a marca para a viagem de Foz do Iguaçu não fazia ideia do que nos aguardava: a viagem foi planejada para lançar a linha  pós química.

joana

Estão ouvindo os fogos de artifício? Sou eu, a garota que faz química há 10 anos celebrando essa conquista. 

A marca já tinha produtos de hidratação, nutrição e afins que atendiam bem as necessidades do meu cabelo, mas não tinha UMA LINHA feita exclusivamente para a demanda dele, como é o caso dessa de Pós Química com Abacate e Jojoba

A photo posted by Bio Extratus (@bioextratus) on

Eu estava amando Força com Pimenta e me organizando pra testar a linha de Tutano, mas resolvi suspender TUDO. Leia-se: TUDO para focar nessa linha. 

O motivo? Simples. Depois que usei a pós química quis testar de todos os jeitos. O tempo todo. O resultado ficou muito bonito, macio e saudável no meu cabelo. Aproveitei a experiência no camarim da Bio Extratus em Foz para perguntar e aprender tudo sobre esse lançamento:

O uso frequente de químicas, como coloração, descoloração, alisamento, e de outros procedimentos, como chapinha e escovação excessiva pode gerar estragos nos cabelos. Com isso, os fios perdem o brilho, a maciez e passam a apresentar um aspecto poroso. Para reverter esses danos, a Bio Extratus Cosméticos Naturais buscou inspiração em um dos mais tradicionais tratamentos da cultura popular brasileira:  o banho de abacate. Assim, foi criada a linha Pós-Química, que contém ativos de abacate, jojoba, óleo de palma e D-Pantenol.

Os produtos proporcionam reparação, proteção, reposição da lubricidade, controle do frizz e nutrição intensa, e vêm ampliar a oferta da marca com foco na reparação de danos, como as linhas Pós-Progressiva, Queravit, Shitake e Resgate.

A novidade apresenta teores elevados de ácidos graxos que promovem máxima hidratação. O abacate é hidrorreparador e tem alta concentração de vitamina E, tornando-se um poderoso antioxidante; a jojoba é considerada ceramida vegetal, por apresentar uma estrutura química muito similar ao manto hidrolipídico da pele, por isso é rapidamente reconhecida e absorvida, sem deixar um residual oleoso; o óleo de palma, ou azeite de dendê, contém ômega 6 e 9, além do alto teor de vitamina A e E, potencializando o poder de hidratação; e o D-Pantenol, ou pró-vitamina B5, ajuda na retenção de umidade  e evita a formação de pontas bipartidas, facilitando o penteado.

Achei pertinente compartilhar com vocês toda a justificativa técnica para o sucesso dessa linha. Agora vou falar da minha experiência como um todo: Eu aproveitei a viagem pra lavar o cabelo só com os produtos dela e desde então não parei de usar.

Começando pela fragrância dessa linha que achei perfeita pra mim, bem leve, gostosa.

Como foi meu primeiro uso? No camarim eles aplicaram da seguinte forma no meu cabelo:

1º shampoo (sem pré shampoo)
2º máscara ( máscara do pote, que age super rápido)
3º condicionador
enxaguamos
4º o finalizador, leave-in.

camarim

Nesse dia fizeram uma escova no meu cabelo e ele reagiu super bem, não pesou, o movimento ficou bonito, o cheiro ótimo e a raiz não ficou oleosa. Me impressionei bastante, me senti até uma garota propaganda, sente a foto:

cabelos

Eu ainda vou usar essa manteiga de abacate tratamento de choque para falar só delas para vocês.

A sensação que eu tenho é que essa linha realmente é para o meu cabelo, dado que faço química de alteração de textura da raiz de 3 em 3 meses. Confesso que tinha medo de pesar, dado que já usei linha de pós química que pesou no meu cabelo, mesmo ele sendo o “perfeito público alvo”.  Logo de cara eu gostei muito do lançamento, agora só o tempo e a frequência de uso me farão ter uma opinião super bem definida sobre esses produtos.

finalizador

Um destaque pra mim foi o finalizador, aliás isso está ficando comum na marca. Após o passeio do Macuco Safari, onde molhei o cabelo nas cachoeiras, meu cabelo ficou MUITO DOIDO. Quem viu no snap acompanhou o antes e depois, eu desembaracei o cabelo com a escova Michel Mercier de madeira e apliquei o finalizador. Quem acompanhou a minha história no snapchat viu que o cabelo secou tipo: LINDO. Seco no ar, com vento e na umidade, acho que esse é aquele produto que tem ir pra praia com a gente.

Eu acho que to inclinada a ficar nesse lançamento pra vida, por um bom tempo! Vou falar mais no futuro depois que descobrir a melhor forma de uso dos produtos e contar como está sendo na prática.

Beijos

banner-snap

publipost