2 em Comportamento/ maternidade no dia 30.11.2018

Desfralde, o momento que mais me aterrorizava me trouxe muitos aprendizados

De todos os desafios da maternidade, preciso confessar para vocês que tinha um em específico que me deixava de cabelo em pé: o desfralde.

Todas as amigas que têm filhos com idade próxima já tinham passado por isso.  Algumas eu acompanhei de perto. Era xixi escorrendo pela calça no meio do supermercado. Amiga levando penico portátil para o parque. Tive amiga mais radical que passou um dia sentada no chão do banheiro fazendo intensivão de desfralde. E as pilhas e mais pilhas de roupas para lavar, claro. CABELO. EM. PÉ.

Meus pais me cobravam. Achavam um absurdo ele estar com 2 anos (depois 2 anos e meio, depois quase 3) e ainda usar fraldas. Quando eu responderia que eu achava que ele ainda não estava pronto, eles diziam que era frescura minha.

Olha, pode até ser. De fato eu aproveitei que a escolinha não exige crianças desfraldadas e prolonguei esse momento o máximo possível. Não sei como é no Brasil, mas aqui eles têm todo um respeito por esse período. Pela primeira vez eu ouvi que se a gente forçasse antes da hora, poderíamos criar traumas.

E por mais que ele estivesse se interessando no banheiro quando via os amigos já desfraldados, eu juro para vocês que eu sentia que ele não estava pronto ainda.

ATENÇÃO, AS CENAS A SEGUIR SÃO FORTES – EVITE LER SE VOCÊ ESTIVER COMENDO.

Se a gente não notasse o cheiro, ele ficava com fralda cagada por minutos e mais minutos sem reclamar. Você via ele fazendo aquela cara suspeita, perguntava se ele queria fazer cocô e ele dizia que não. Quando ia checar, lá estava ele. Enfim…Como eu achava que ele estava pronto se ele não me dava sinais?

Há 3 semanas eu tomei coragem. Meu marido estava doente, o fim de semana era de chuva, os planos seriam de ficar o dia em casa. Achei que a hora era aquela e resolvi trazer um pouquinho de emoção.

FOI O CAOS. Claro.

Passamos o fim de semana limpando cadeira, chão, sofá, tapete. E muitas e muitas pilhas de roupas para lavar, claro. Mas quer saber? Não foi todo esse bicho de sete cabeças que eu imaginava.

Sim, tivemos que melhorar nossa logística para incluir uma ida ao banheiro antes de sair de casa. E outras quando encontrávamos qualquer banheiro pelo meio do caminho. Tivemos uns acidentes que fizeram a gente sair correndo de onde estávamos. Algumas (poucas, ufa) cuecas jogadas fora. Mas foi tudo muito mais simples do que eu achava.

As pilhas de roupa, que eu tanto achei que seria a pior parte, foram tranquilas. Os acidentes que eu achei que iam me deixar louca, até deixaram… por 2 dias. O resto foi fácil de contornar.

desfralde

Talvez ele até já tivesse pronto para o desfralde há mais tempo, mas achei que respeitar o tempo dos pais também é um fator importante. A impressão que eu tive foi que conseguimos passar pelo processo de forma mais calma, com menos pressão. Aquelas histórias que eu vi acontecendo com amigas minhas não aconteceram comigo. Pela primeira vez nós fomos mais no instinto do que nas dicas alheias. E olha, foi a melhor coisa!

Agora surge uma nova questão que eu acho que vou querer ajuda dos universit  de quem é mais experiente: como vocês fazem com as milhares de vontades de fazer xixi e coco antes de dormir? Ou então quando você está no restaurante e ele pede de 5 em 5 minutos para ir no banheiro, só porque é divertido passear pelo restaurante?

Gostou? Você pode gostar também desses!

2 Comentários

  • RESPONDER
    Tamy
    30.11.2018 às 14:54

    Oi Carla! Bem, por aqui tbm foi super tarde o desfralde, a minha mais velha desfraldou com 3 anos e alguns meses. Noturna então, acho que foi uns 6 meses depois ainda… tentamos aos 2 anos mas claramente ela não tava pronta (fazia xixi e coco seeeeempre, por uns 6 meses) e tivemos que retroceder, e é uma coisa que super me arrependo… Agora no segundinho, vou super esperar o tempo dele…. a coordenadora da escola deles (q é super a favor do desfralde tardio), me disse que só desfralda depois q ela consegue controlar o cocô… e falava pra eu super observar se ela fazia o movimento de se sentar ao evacuar… se nem isso ele tem, talvez ele não esteja pronto mesmo.
    Quanto à sua pergunta de mil xixis e cocos antes de dormir: hahahaha eu AAACHO que isso é pura enrolação pra nao dormir… não sei não, mas sempre quando a minha não quer dormir, quer fazer xixi e coco pq sabe que essa é a unica coisa q eu realmente não nego. E às mil idas ao banheiro do restaurante continuam a vida inteira: afinal, ficar sentado conversado comendo não é mto a deles e eles querem andar. Se fizer xixi de pouquinho em pouquinho tbm, eu acredito que seja um sinal tbm: não consegue acumular xixi e não está pronto para o desfralde… mas isso é a minha experiencia como mãe… minha mãe falava e eu comprovei: qdo a criança tá pronta, Carla… é UMA SEMANA. Sério, é mto rapido mesmo…. =) Boa sorte!

  • RESPONDER
    Tania P.
    30.11.2018 às 16:20

    Carla o desfralde noturno aconteceu com 5 anos ( sim foi esse ano que ele parou de usar fraldas). Ele comecou a acordar com a fralda seca entao eu conversei com ele e tirei (houveram alguns escapes, mas bem poucos). Eu nao estava pronta para acordar de madrugada para leva-lo ao banheiro, trocar lencol no meio da noite ou acordar mijada pq ele resolveru vir para a minha cama no meio da noite. O diurno foi ok pq a escola ajudou bastante. Mas eu ate uns 3a6m nao saia de casa com ele soh de cueca. Sempre colocava pullups pq nao conseguia imaginar um acidente no metro ou no auge do inverno ter que trocar roupas molhadas. Cada coisa tem seu tempo. Aqui em casa tudo foi tarde. Mamadeira, chupeta e fraldas…. Nos dois tinhamos que estar prontos. Sem pressa e sem ansiedade.

  • Deixe uma resposta