0 em Destaque/ Relacionamento no dia 24.09.2018

A ex do seu namorado (ou namorada): você realmente precisa falar mal dela?

Vamos falar de ex? Dessa vez não do seu ex ou da sua ex! No caso, a ex do seu namorado ou da sua namorada. Existem dois grupos: os que falam abertamente da ex e os que fingem que não falam, mas acabam falando, em algum momento. Salvo exceções, quando vocês ouvem algum comentário bom sobre ex? Agora, outra pergunta: porque precisa ser assim?

A gente fala tanto aqui sobre empatia, sobre sororidade, e, especialmente, em não ter essa coisa de competir com outras mulheres! Olhando pra isso temo que volta e meia nosso critério se torne seletivo, já que não incluímos as ex nesse grupo né?

Pois é, eu vim defender as ex. Não to falando da ex que fez uma sacanagem enorme com a pessoa com quem você se relaciona, ou a ex que não se conformou com o fim e tenta fazer da vida de vocês um inferno. Sororidade não é passar a mão na cabeça de todas as mulheres do mundo, e eu sei disso. Mas a verdade é que, se formos parar para pensar, tem uma infinidade de histórias que terminaram bem resolvidas, mas como crescemos acreditando que precisamos nos comparar com outras mulheres e competir com elas, a gente nem para para avaliar o por quê de termos raiva da ex. Ou de não gostarmos muito dela. E muitas vezes, se a gente para pra pensar, não tem nem motivo para ter nenhum sentimento negativo!

ilustra: Ju Ali

ilustra: Ju Ali

Me peguei pensando numa coisa e queria fazer uma pergunta: será que alguém acha a ex do atual bonita? Porque nos raros casos onde admitimos que é bonita, tratamos logo de colocar algum outro defeito, deixando claro o quanto nos sentimos intimidadas. Agora me diz….que autoridade temos em dizer algo sobre alguém que não foi nossa namorada e, na maioria das vezes, nem conhecemos? No fim, acabamos apenas repetindo a queixa do nosso namorado e que em alguns casos, nem procede, já que toda história tem dois lados.

O mundo tem essa coisa de criar essa rivalidade com ex, quando, na verdade, deveríamos levantar as qualidades delas também. Afinal, ao menos uma coisa vocês têm em comum: se relacionaram com a mesma pessoa e sabem que, assim como as qualidades, aquela pessoa também tem defeitos, que ela também aturou, e nem sempre foi fácil.

Quer mais uma coisa em comum? A pessoa que gostou de você, que viu qualidades maravilhosas, também já sentiu tudo isso por ela. E ainda: por maior que seja o seu amor, é sempre importante pensar que amanhã, a ex pode ser você e que você já é a ex de alguém, e não deve ser nada legal pensar que tem em algum lugar outra mulher com raiva gratuita de você por isso.

Então, queria propor que incluíssemos essas pessoas nesse pacote de sororidade. Porque antes de tudo são mulheres que, assim como nós, também tem suas questões, viveram uma história que não foi adiante e podem ter saído ou mais leves ou tristes disso e não merecem ser alvo de piadas ou comentários que as menosprezam. Justamente porque temos empatia e já estivemos nesse lugar.

>>>>> Veja também:  a melhor amiga do namorado <<<<<

É bem provável que quando esse assunto surgir novamente, seja falando dessa pessoa, você passe a ser a chata do rolê, que agora nem de ex deixa mais falar mal. Mas saiba que esse trabalho também é importante e um grande passo, inclusive em favor do nosso amor próprio, pois ao pararmos de nos comparar conseguirmos focar mais em nossas vidas, parando de gastar nosso tempo numa distração conveniente com a outra pessoa. Sororidade e empatia, são lutas que valem a pena, são conversas que precisam ser inseridas e que mudam a forma de pensar de outras pessoas ao nosso redor. Vamos deixar de lado os comentários mais ácidos, as piadas mais depreciativas e espalhar amor.

Gostou? Você pode gostar também desses!

Sem Comentários

Deixe uma resposta