2 em Autoestima/ Camilla Estima/ Comportamento/ Convidadas/ Destaque/ Saúde no dia 08.02.2017

Sim, é apenas um suco

Eu sempre duvidei de promessas milagrosas…..em qualquer instância. Pra mim sempre soou marqueteiro slogans ou mensagens associadas à alimentos como o tom de solução dos seus problemas. O problema do uso desses alimentos ou produtos é que eles são um tapa em sua autoestima. E por que? Porque muitas das vezes nós depositamos todas as nossas fichas neles como se eles fossem a solução dos nossos problemas e que vão te poupar de mudanças reais de comportamento. E como milagre não existe, ao ver que aquele resultado prometido não foi alcançado, como você se sente? Sem esperanças de reais resultados, sentimento de fracasso, de incapacidade, diminuído frente à celebridade magérrima que o anuncia (poxa, por que ela consegue e eu não? – deixa eu te contar um segredo, provavelmente ela usa mais um monte de estratégias restritivas, mas isso ela não te conta). Já falei no meu texto anterior o problema da realização de dietas restritivas, lembra?  Já vivemos a era dos chás emagrecedores, da ração humana (gente, juro, que nome é esse?), da água com limão em jejum, os constantes shakes emagrecedores, hoje em dia a dieta livre de glúten e lactose…….cada hora um modismo novo e que não promove nada para mudar a sua consciência quanto à alimentação, da sua relação com a comida e com o seu corpo. Nada.

 

O óleo de coco é só mais um dos produtos tidos como milagrosos para emagrecer. Recentemente a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia publicou o seu posicionamento quanto ao uso do Óleo de Coco para emagrecer. Só para esclarecer, sociedades médicas escrevem textos com seu posicionamento frente à condutas médicas ou nutricionais que muitas das vezes são impulsionadas por modismos alimentares ou temas que estejam em voga para esclarecimento e orientação de como nós, profissionais de saúde, prescrevermos certos tipos de conduta. Pois bem, nesse posicionamento eles se colocam contra o uso deste produto com objetivo de emagrecimento basicamente por falta de dados científicos de sua eficácia. Para certificar a relação de causa-efeito de um alimento ou produto sobre o efeito real que ele se propõe é necessário a realização de estudos de longo prazo que acompanham populações durante um período avançado de tempo.

Uma outra promessa vendida nos tempos atuais são os sucos e há tempos eu venho querendo escrever sobre eles. Temos o suco verde, suco rosa, o detox, emagrecedor, seca barriga, derrete gordura ou qualquer outro tipo de nome bizarro. Como eu falei acima, também não há estudos de longos períodos de tempo realizado com grandes populações a respeito desse produto, nem sobre seu efeito desentoxicante ou promessa emagrecedora. Veja, nós já temos um conjunto de órgãos como o fígado e os rins, que têm essa função no nosso organismo mas não com intuito de emagrecer, queimar gordura ou secar barriga e sim para “limpar” nosso organismo de toxinas fisiológicas.

Alguém pode me explicar por que tem uma fita métrica em volta desse copo? Imagens de fitas métricas associadas a alimentos, corpos, profissionais de saúde são um tapa na sua autoestima pois elas geram muita ansiedade e insatisfação corporal.

 

ELE É APENAS UM SUCO……e um suco super saudável, saboroso, cheio de nutrientes. É uma excelente fonte de vitaminas, minerais, muito bom para hidratação e pode acompanhar refeições como café da manhã ou lanches. É uma alternativa para oferecer à pessoas que não estão acostumadas a comerem esses alimentos na sua apresentação tradicional. Ele sofre preconceitos? Sim, sofre – e na maioria das vezes por causa de sua cor verde e também por as pessoas acharem estranho tomar gelado e na forma líquida verduras e legumes como couve, espinafre, beterraba, cenoura. Invés de demonizar esses alimentos e principalmente nesse formato, que tal abrir um pouco a cabeça e se dar a chance de experimentá-los? Olha, você pode se surpreender. E vamos também parar de chama-lo de detox. Eu sempre tento ver o lado bom mesmo no meio do caos e o boom de sucos verde, detox, digestivos, seca isso e seca aquilo foi bom para aumentar o leque de possibilidades de receitas culinárias desses sucos, mostrando diferentes tipos de combinações que podem ser muito felizes juntas. Fora que também populariza os sucos naturais feitos em casa ou lojas de sucos.

Como eu gosto desse exercício, vamos desconstruir o discurso?

Até quando esse tipo de coisa?

E esse?

E por fim, uma imagem que recebi recentemente de diversas pessoas e que me motivou escrever esse post:

Qual o problema dessa imagem? Nenhuma das opções contidas nela é antidepressiva. E é inviável você comparar esses alimentos ao vinho. Veja, tudo cabe na sua alimentação, sempre de forma consciente, orientada por um profissional de nutrição sério, que você confie e que não te mande fazer malabarismos inviáveis na sua alimentação diária. Temos espaço no nosso dia para o suco e também para o vinho. E esse tipo de mensagem é PÉSSIMA pois ajuda a acabar com a reputação desses alimentos, que muitas vezes não são consumidos pelas pessoas por n motivos.

Voltando ao básico de sempre…..nós temos que comer comida de verdade e não promessas milagrosas em busca de um padrão que nos é imposto. Temos que comer comida vinda da natureza e que faz parte do nosso hábito e cultura alimentar – arroz, feijão, legumes e verduras, frutas, sucos saudáveis, água – e claro, comer com prazer, sem culpa e pressão por um corpo colocaram na nossa cabeça que devemos ter.

Gostou? Você pode gostar também desses!

2 Comentários

  • RESPONDER
    Paula
    09.02.2017 às 14:14

    Vejo a última imagem justamente como uma brincadeira com essa nóia dos sucos detox, verde e etc.. Acho que não precisa levar tudo tão literalmente, né?

  • RESPONDER
    Camila
    09.02.2017 às 16:00

    Não achei que a imagem do vinho quer “destruir” a boa imagem de uma alimentação saudavel. Achei até bacana sua intrepretação pq a minha foi totalmente diferente. Foi apenas pra dizer que não há receita pra aquela bad quando resolve bater, que o negócio é abrir um bom vinho e relaxar… Pelo menos um pouco!!

  • Deixe uma resposta