11 em Deu o Que Falar/ maternidade no dia 02.02.2017

Quebrando padrões no ensaio gestante (ou obrigada, Beyoncé)

A essa altura do campeonato todo mundo já sabe que Beyoncé está grávida de gêmeos. Ela anunciou no instagram inesperadamente em uma foto cheia de referências artísticas e simbolismos, desde Pierre et Gilles, como o Modices bem apontou, até mesmo à carta de tarô da Imperatriz, que representa sensualidade, intuição materna, criatividade e realização. Em pouco tempo a foto passou a ser a mais curtida da história do instagram – e também recebeu uma chuva de críticas.

 

 

 

Gosto é gosto, eu sei, e cada um tem o seu. Eu, particularmente, achei uma foto poderosa, até mesmo icônica para o mundo pop, mas minha opinião não vem ao caso. É porque toda essa discussão que gerou me lembrou um assunto que me deixou de certa forma desconfortável na gravidez: ensaio gestante.

Eu não fiz. Ouvi de muita gente que eu iria me arrepender, que depois eu iria querer ter os registros disso para lembrar, mas nunca fiz questão. Quando eu me interessei a ponto de procurar o trabalho de fotógrafos especializados no assunto, nenhum encheu meus olhos. Por um certo momento até pensei em procurar fotógrafos com outros estilos mas quando fui pesquisar referências de ensaios, me deparei com temas muito parecidos – e nenhum me inspirou. O tempo foi passando e a vontade – que já não era muita – sumiu completamente.

Por causa disso, e por não curtir postar fotos segurando a barriga, fiquei sabendo que teve gente que se questionou se eu estava curtindo estar grávida – ou pior – se eu queria o bebê (nunca vou entender quem insinua uma coisa dessas, mesmo que não diretamente para a futura mãe). Juro que eu me senti mal quando fiquei sabendo disso. Eu gostei de estar grávida, não me senti plena mas também não me senti mal, curti ver a barriga crescer, amei elaborar looks com meu estilo para esse período (por mais que a barriga só tenha começado a aparecer lá com 7 meses e eu sempre tenha gostado de modelagens larguinhas, ou seja, a barriga quase não aparecia MESMO) mas eu simplesmente não curtia ficar exibindo o barrigão só por exibir. Porque não era eu, não tinha a ver comigo.

O mesmo aconteceu com o ensaio gestante. Acho lindo quem faz mas simplesmente não me via fazendo aquelas fotos de lingerie, ou então aquelas de top no quarto do bebê esperando placidamente a sua chegada, segurando sapatinhos em cima da barriga ou fazendo coramão com o umbigo no centro. Infelizmente só vi ensaios que realmente me inspiraram quando o Arthur já tinha nascido, mas por que eu faria essas fotos só porque as pessoas esperavam isso de mim? E por que eu não ter agido como esperavam gerou dúvidas quanto à minha felicidade na gravidez? 

Muitas mulheres que se descobrem grávidas não viram necessariamente pessoas românticas que gostam de lacinhos e querem postar fotos felizes e maternais segurando a barriga. Que precisam demonstrar todo dia por meio de fotos, frases ou textos como estão se sentindo preenchidas de amor. Muitas mulheres querem apenas ser elas mesmas nesse período já tão cheio de mudanças e ansiedade. E tá tudo bem com todas, pode ter certeza. O amor pelo bebê será o mesmo no final (salvo raras exceções, claro).

E aí voltamos à Beyoncé. Ela quis fazer uma foto super conceitual para postar nas suas redes sociais, fez e postou. Aliás, continua postando várias fotos artísticas. Claro que vai causar estranhamento e acho até natural que tanto questionamento e nariz virado para algo que está fugindo completamente dos padrões e propondo novos pensamentos, mas por favor, vamos procurar não julgar as escolhas dela nesse momento (ou de qualquer outra mãe)? Ainda mais de algo tão inofensivo e pessoal quanto um ensaio gestante?

Beijos!

PS: Obrigada pela inspiração nesse post, Lyanna. <3

Gostou? Você pode gostar também desses!

11 Comentários

  • RESPONDER
    Nicole
    02.02.2017 às 15:31

    Eu achei esse ensaio maravilhoso. Mas é assim nesse mundo, né? O estranho/diferente é sempre ruim pra quem tem mente fechada.

    • RESPONDER
      Carla Paredes
      02.02.2017 às 23:11

      Com certeza! As outras fotos eu achei incríveis!

  • RESPONDER
    Fabíola
    02.02.2017 às 15:45

    Me vi totalmente no seu texto, não fiz ensaio nem de gestante, nem de newborn, nem de pré wedding, simplesmente por não me ver fazendo, não ser meu estilo. Não super expus a gravidez, a barriga, porque não gosto, e em nenhum momento não estava feliz com a gravidez (que foi super planejada) ainda bem que não ouvi nenhuma crítica quanto a isso. Como as pessoas se sentem no direito de julgar e criticar o outro.

  • RESPONDER
    Jéssica
    02.02.2017 às 19:57

    Nem to grávida e muito longe disso, mas desde já não me vejo fazendo esses ensaios, pré festas etc. Acho que se for pra ter tem que ser uma coisa muito pessoal e não necessariamente pra publicar.
    AHH, e vendo isso me deu uma saudade da TAG “Deu o que falar”! Vocês decidiram suspender por causa da mudança da linha do blog ou já estava nos planos?

    Beijo!

    • RESPONDER
      Carla Paredes
      02.02.2017 às 23:12

      A gente suspendeu porque chegou numa época que eu – que quase sempre fiz os DQF – realmente tava sem tempo de procurar os assuntos e elaborar opiniões, mas de qualquer forma todo assunto que está dando o que falar e for relevante para o que nós falamos por aqui vão aparecer por aqui, tipo o de hoje!

  • RESPONDER
    Milena
    03.02.2017 às 8:09

    Eu acho os ensaios de gestante muito iguais e caricatos, logo, se ficasse grávida, certamente não faria também, e por mais que eu não gostasse das fotos da Beyoncé, jamais faria qualquer crítica (ainda mais publicamente como essas pessoas no instagram). Gosto é gosto e cada um com o seu, né?!
    Juro que não entendo essa obsessão das pessoas de julgar tudo o que os outros fazem ou deixam de fazer…me irrita profundamente e não sei como as mulheres grávidas aguentam passar por esse período ouvindo tantas críticas e julgamentos…
    Sinceramente o ser humano perdeu o respeito pelo outro há muito tempo…=(

  • RESPONDER
    Gabriela
    03.02.2017 às 12:45

    Ainda não entendi porque muita gente não gostou desse ensaio, eu amei! Espero que inspire os fotógrafos brasileiros a tentarem coisas diferentes. http://www.alemdolokdodia.com

    • RESPONDER
      Wal
      06.02.2017 às 11:18

      Eu acho que as próprias grávidas é que tem resistência em fazer algo diferente, em sair do padrão. Fiz com um marido um ensaio pós casamento em uma feira do centro de Recife que é tida como “feia”, “suja”. Enquanto fotografávamos as pessoas nos diziam para irmos a lugares mais bonitos e a gente retrucava que queria ali mesmo. As fotos ficaram incríveis! Totalmente fora da caixa e nós amamos o resultado final. O fotógrafo embarcou legal mas a gente também estava super disposto. :)
      PS: O ensaio ficou tão legal que acabou saindo em uma coluna social daqui. Eu morri de rir!

  • RESPONDER
    Ingrid B
    05.02.2017 às 21:46

    Eita, tem muita gente doida, desde quando fazer ensaio de gestante virou obrigação? E desde quando não fazer ensaio de gestante significa que você não vai ter registros grávida? Eu tenho zilhões de fotos barriguda porque enquanto estava grávida eu também estava vivendo e fazendo as coisas normais da vida, o que inclui tirar umas fotos por aí. Tenho foto em viagem, foto com amigos, foto no dia que saí pra maternidade, etc. Todas caseiras, feitas com muito amor por pessoas queridas e com pessoas queridas. Pra mim é o suficiente e eu não entendo essa necessidade de profissionalizar tudo.

  • RESPONDER
    Mary
    06.02.2017 às 20:14

    De fato, gosto é subjetivo demais. Eu simplesmente apaixonei nesse ensaio, achei tão poderoso, senti umas referencias mexicanas com essas cores fortes, enfim.. achei lindo. E sobre sua reflexão, eu penso, repenso e sempre chego à mesma dúvida: porque as decisões pessoais das pessoas incomodam tanto as outras??? Porque essa necessidade de avaliar, dar nota e julgar tudo que o outro faz?? Já acontece com os meros mortais, mas eu nem consigo imaginar o trabalho psicológico que gente famosa precisa fazer pra lidar com isso, com seres humanos te reparando e julgando como se vc fosse um animal de consurso. Isso é uma coisa que não entra na minha cabeça. Não entra.

  • RESPONDER
    Rafaela
    08.02.2017 às 15:31

    Caraca, Carla, deveríamos ser amigas, rsrs… Mais uma vez me vi em suas palavras. Também nunca curto essas coisas de ensaios e já fui julgada por não curtir minha gravidez ou minha filha por isso… As pessoas cada vez mais sem noção… Inclusive quando falo que não sei se terei mais filhos, já ouvi milhares de críticas…Beijos

  • Deixe uma resposta