8 em Book do dia no dia 04.10.2016

Book do dia: A garota do trem, de Paula Hawkins

Fiquei interessada nesse livro desde que ele foi lançado no ano passado, mas aí fui lendo outros títulos, fazendo outras coisas e quando vi tinha esquecido dele completamente até me deparar com o poster do filme, que estreará essa semana por aqui. Aí foi impossível ignorar, né?

garota-no-trem-resenha-livro

Para quem não sabe do que se trata, a história é a seguinte: Todas as manhãs, Rachel pega o trem das 8h04 de Ashbury para Londres. O arrastar trepidante pelos trilhos faz parte de sua rotina. O percurso, que ela conhece de cor, é um hipnotizante passeio de galpões, caixas dágua, pontes e aconchegantes casas.
Em determinado trecho, o trem para no sinal vermelho. E é de lá que Rachel observa diariamente a casa de número 15. Obcecada com seus belos habitantes a quem chama de Jess e Jason , Rachel é capaz de descrever o que imagina ser a vida perfeita do jovem casal. Até testemunhar uma cena chocante, segundos antes de o trem dar um solavanco e seguir viagem. Poucos dias depois, ela descobre que Jess, na verdade Megan, está desaparecida.
Sem conseguir se manter alheia à situação, ela vai à polícia e conta o que viu. E acaba não só participando diretamente do desenrolar dos acontecimentos, mas também da vida de todos os envolvidos.
Uma narrativa extremamente inteligente e repleta de reviravoltas, A garota No Trem é um thriller digno de Hitchcock a ser compulsivamente devorado.

Adorei a forma que a autora encontrou para contar a história: ela alternou a visão das 3 mulheres principais, Rachel, Megan e Anna. O mais legal é que nenhuma delas é óbvia ou previsível, todas têm nuances e segredos que vão sendo desvendados através das páginas e deixando o leitor com a pulga atrás da orelha. Como o livro é contado sempre em primeira pessoa também temos o privilégio de saber o que essas 3 personagens estão pensando, e isso traz um grau de realidade muito bom para quem está lendo, é fácil se conectar com as três.

Paula Hawkins tem um quê de Gillian Flynn, a autora de “Garota Exemplar”, os dois livros inclusive foram bastante comparados. Claro que ambos são thrillers psicológicos com personagens instáveis e relacionamentos abusivos, mas “A garota do trem” tem o seu mérito. Paula soube criar uma história super envolvente e tensa, ótima para quem gosta de mistérios.

Apesar do final ser um pouco previsível o durante é realmente cheio de reviravoltas. Li super rápido e adorei! Quem gosta desse tipo de leitura pode comprar – quem quiser ajudar, pode comprar aqui pelos nossos afiliados!

E quem já leu, curtiu também?

Beijos!

banner-SNAP-ca

Gostou? Você pode gostar também desses!

8 Comentários

  • RESPONDER
    Vera
    04.10.2016 às 17:51

    Já comprei e ainda não tive tempo de ler, mas que bom que você resenhou antes que eu comece a ler. Acho suas resenhas muito úteis e sempre que vou começar a ler ou comprar um novo livro passo aqui pra ver se tem a resenha.
    Um abraço.

    • RESPONDER
      Carla
      06.10.2016 às 1:15

      Que bom Vera!! Obrigada pela confiança! :)

  • RESPONDER
    Juliana
    04.10.2016 às 20:22

    Cá, tô lendo esse livro! Já passei da metade. Tô achando bem interessante, bem mais que Garota exemplar, que eu achei bem chato nas 200 primeiras páginas. Insisti nele porque tinha começado a ver o filme no avião mas não acabei porque o avião aterrizou! :(

    • RESPONDER
      Juliana de Paula
      05.10.2016 às 8:48

      Xará, também achei bem chato o Garota Exemplar nas “primeiras” 200 páginas. Esse foi um caso em que preferi o filme ao livro.

    • RESPONDER
      Carla
      06.10.2016 às 1:15

      Eu curti Garota Exemplar, mas esse eu achei mais redondinho! Acho que curti mais inclusive, de todos da Gillian Flynn acho que G.E. foi o que eu menos gostei!

  • RESPONDER
    Juliana de Paula
    05.10.2016 às 8:47

    Me interessou muito! Tô com Silo na fila por tua indicação e agora estou terminando Cidade dos Etéreos, já leu? É a continuação do Orfanato da Sra. Peregrine para Crianças Peculiares. Vale a leitura!

    • RESPONDER
      Michelle
      05.10.2016 às 9:44

      Juliana, eu terminei o biblioteca de almas (3º das crianças peculiares). É daqueles que não dá pra parar de ler.
      Adorei!

    • RESPONDER
      Carla
      06.10.2016 às 1:14

      Vou começar O Orfanato em breve, até porque o filme estreou semana passada! Uma amiga não curtiu o livro, mas eu acho que tem a minha pegada, nem sabia que era trilogia! Me empolguei! hahaha

    Deixe uma resposta