9 em Comportamento/ Reflexões/ Relacionamento no dia 20.08.2015

Relacionamento: pela liberdade de poder apimentar a relação por mensagem.

Já falamos 2737371892200 vezes que somos 100% contra o compartilhamento de conteúdo sensual ou sexual de terceiros em qualquer rede social. É aquilo, se a foto foi tirada para uma pessoa específica, essa pessoa específica deve guardar para ela e não sair espalhando para o mundo como se o “sexting” recebido fosse uma espécie de troféu. E óbvio que isso também se enquadra a hackers e espíritos de porco de plantão que acham super divertido invadir a intimidade alheia – sem autorização – e expor para o mundo. Se todo mundo fosse contra o compartilhamento de conteúdo não autorizado de fotos, prints ou videos, a vida sexual das pessoas poderia ser mais interessante. Como? Eu explico.

Recentemente uma amiga que mora fora do Brasil me contou que troca mensagens incríveis com o namorado quando eles estão longe. Um provoca o outro e isso dá uma aquecida extremamente relevante na relação deles. Eu inicialmente estranhei, depois passei a achar curioso e em seguida vi um potencial gigantesco para ser algo interessante. Uma apimentada muito saudável na rotina de qualquer casal.

Quando eu questionei o assunto ela me disse que tal prática é muito mais comum do que eu pensava, e com certeza é. A ideia é boa, válida e com potencial para trabalhar o desejo de qualquer mulher ou homem. Vários casais já vivem isso, alguns optam por fazer a coisa de uma forma mais sutil, por mensagens sugestivas, frases, músicas ou outros tipos de insinuações e outros já são da turma que faz as coisas de maneira mais explícita, ou seja, sai mandando nudes. rs

Se isso acontece tanto e aparentemente é tão comum, por que nunca conversei sobre isso com nenhuma amiga? Na hora que me questionei sobre o assunto me dei conta do óbvio, que inclusive já foi tema por aqui na época que fotos da Jennifer Lawrence pelada vazaram na internet. Trocar mensagem, foto ou vídeo com o parceiro pode culminar na prática super tosca de “vazamento de informação”.

tumblr_neyjf4qTuI1ql5yr7o1_500Kim Kardashian teve sua intimidade vazada, mas não deixou isso intimidá-la (talvez um pouquinho, lá no começo?)

Por isso, essa alternativa super saudável para temperar qualquer relação a dois perde sua força. Sempre vai correr o risco de uma das partes compartilhar com os amigos aquele conteúdo (que babaca, diga-se de passagem), e mais arriscado do que isso, sempre vai correr o risco de uma das partes perder, ser roubado ou mandar o celular para o conserto e todas essas informações confidenciais cair nas mãos de alguém mal intencionado. E apesar de eu saber que é um pensamento errado, é muito difícil não continuar seguindo a lógica de que se eu não quero ver minha intimidade exposta por aí, é melhor eu não tirar nem mandar nada.

A meu ver, se o sexo não fosse um tabu e as pessoas fossem mais seguras ao afirmar que praticam o sexting, mais mulheres e homens poderiam se soltar e, quem sabe, experimentar esse tempero diferente. A verdade é que a maioria dos casais não falam sobre sexo, gostos e fantasias. Querendo ou não, o fato de ainda ser um “assunto proibido” para muita gente faz com que surjam mitos, e quanto maior o mito, maiores as barreiras a serem quebradas no dia-a-dia.

1h4epcPor que não dizer do que gosta? Pra mim, não importa se vai ser nas preliminares ou por mensagem de texto, só sei que acho fundamental que as pessoas comecem a dividir com o outro aquilo que é importante para sua vida sexual. Quem sabe não é mais fácil fazer isso à distância? Falar de algo que deseja ou mesmo mandar uma indireta pelo celular também pode ser mais um canal para falar sobre o tema.

Sei que é bem provável que eu esteja embarcando numa utopia de acreditar que a sociedade um dia pode se educar sem expor o outro, sem fazer cyber bullying, vingança pós término ou julgar mulheres que são vítimas do vazamento das informações. Só acho válido lembrar que tudo que envolve esse quesito da nossa vida precisa ser feito com muita responsabilidade. Costumo brincar que só posso fazer aquilo com que sei que sou capaz de lidar com as consequências, acho esse um bom limite que pode ser aplicado em tudo na vida, inclusive nesse tema.

Confesso que não curto a ideia de mandar fotos. De todo jeito, acho que texto, músicas e outras indiretas podem ser uma forma de alimentar qualquer relação quando a pessoa é pega de surpresa. Dá para pensar sobre isso e implementar o que combina com cada uma ou cada um de nós, ainda que com muita responsabilidade.

selena-gomez-texting

Vocês já usam desse artifício? Tem boas dicas para dividir com a turma que vai ler os comentários? Para mim esse tema é relativamente novo, mas tem muito potencial.

Beijos

Jô 

Gostou? Você pode gostar também desses!

9 Comentários

  • RESPONDER
    Silvia
    20.08.2015 às 21:21

    Eu sou casada com um especialista de segurança da informação, então o dia em que eu vou fazer isso é provavelmente nunca, risos! Mas não é puritanismo ou qq coisa do genero, é só saber o que pode acontecer e por antes trafega essa informação! Mais fácil eu posar para a Playboy, do que enviar um nude.

    Mas EU ser assim, não significa que eu concorde que não devam enviar nudes, viu?! Eu acho que deveria ser direito do casal sim! Assim como sou 100% a favor da indústria porno – desde que feita legalmente – e não vejo nada de mais em mandar contos ou ler contos na internet juntos, ou filmes e fotos – que me lembre nunca fiz. Para mim seria uma forma mais segura de evitar a exposição tão pessoal, aliás boa coisa pra perguntar para quem entende.

    Agora sim, falar do assunto é sempre complicado… As vezes eu me irrito pq não acho que nasci da cegonha e até os 13 anos achava que pecado capital era literalmente morder a maçã! Como filha de dois médicos, fui criada em um ambiente onde sexo existia, era “brincadeira de ‘adulto'”, mas sabia que pessoas faziam sexo, que existia AIDS, camisinha e todas essas coisas. Me lembro de mais nova conversar com algumas amigas sobre alguma bobagem tipo depilação e todo mundo ficar chocado em como eu falava naquilo. Todas se depilavam, qual o tabu?! E se com amiga já é assim, imagina os parceiros – especialmente do mts ainda acham que mulher não pode gostar ou falar de sexo!

    Não sei se ter muito amigo homem me ajudou nisso, então nunca tive medo de perguntar as coisas, mas nem sempre os outros se sentem à vontade pra responder, né?! Mas eu me considero sortuda, pois nunca tive problema para falar sobre sexo com ninguém. Um dos frutos mais bacanas que isso quase me rendeu, era conversar com meninas novinhas de comunidade de uma Escola de Samba no Rio. Infelizmente o projeto não saiu do papel, mas só ser convidada foi mto especial!

    Então ‘bora falar mais sobre o assunto pq no fim é conversando que dois se entendem ;)

    Beijos!
    PS: eu já tive problemas com beijo antes e falei na cara de pau que não estava bom. No fim nos entendemos e ficou muito bom…. ;) Então casal tem mais que conversar mesmo, perder tempo só pra agradar o “macho” não está com nada!

  • RESPONDER
    Marina
    21.08.2015 às 9:20

    Jô,
    também compartilho do mesmo sentimento que você no que diz respeito a fotos. Tenho muito receio em mandar fotos íntimas, que possa me expor e expor o meu relacionamento de alguma forma. Namoro a bastante tempo e sempre nos provocamos com mensagens. Mandamos mensagens durante o dia para que o parceiro comece a imaginar como será o encontro à noite. É uma prática muito válida, gostosa e até mesmo divertida (o melhor da festa é esperar por ela). As vezes até mandamos fotos sugestivas: o pedacinho da renda da lingerie, morangos e espumante, mas nunca mandei uma foto minha. Tenho medo de alguma coisa vazar. Não tenho medo do meu namorado mandar isso pra alguém, pois confio nele de olhos fechados, mas gente sacana que tem o intuito de vasculhar a vida das pessoas existe em todo lugar. Quando penso na dor de cabeça que uma simples foto pode gerar, e o desconforto não só pra mim, mas para meus pais e meu namorado, concluo que não vale a pena. Nada contra quem envia fotos para o parceiro – cada um se excita com o que gosta, mas para mim essa prática não rola. Ainda sou adepta da prática de mostrar menos e se imaginar mais. =)

  • RESPONDER
    Heloisa Carvalho
    21.08.2015 às 13:45

    Eu mando muitas nudes! Desde o início do relacionamento com meu marido tínhamos essa prática. No nosso caso é pela distância, ele trabalha fora do país e passa pelo menos 6 meses viajando, então as nudes são formas de manter o desejo no nosso relacionamento. Desde o início tive muita segurança em fazer isso com ele, mesmo sabendo dos riscos. Por sorte nunca aconteceu nada! Nossas nudes ficaram só entre nós dois =D Uma tática nossa é evitar mostrar o rosto ou qualquer coisa que possa revelar nossa identidade em caso de vazamento.

  • RESPONDER
    Tabs
    21.08.2015 às 18:58

    Olha, eu uso do artifício e SIM, deixa a relação mais gostosa. Não que seja algo que faça falta, definitivamente não. Mas eu sou super bem humorada, o boy também, então me sinto a vontade para provocá-lo, quando estamos longe!
    Mas o principal ponto é, e sempre será: NUNCA mostre o rosto. Nem para fotos para o namorado. Nunca se sabe o dia de amanhã.

    ;)

  • RESPONDER
    Deborah Rocha
    22.08.2015 às 3:58

    Minha visão é completamente diferente da sua. Não acho esse tipo de comportamento saudável. Além de ser muito perigoso. Não existe segurança, muito menos privacidade na era da tecnologia. Acredite, a coisa mais fácil do mundo é hackear um computador e/ou celular. Todo dia aparecem casos e mais casos de “compartilhamento de sacanagem” e a mulherada continua mandando foto, vídeo. Parece que dor alheia é lugar distante no universo. E, por incrível que pareça, muitas compartilham e até julgam o que fazem igual. Podem me julgar e odiar a vontade, mas não tenho o menor dó dessas “moças vítimas”. A criatura não tem o menor cuidado com o próprio corpo e vida, fica tirando fotos nua e fazendo vídeos de sexo e depois quer se fazer de coitadinha. Entenda, o seu melhor amigo hoje poderá ser seu pior inimigo amanhã. Ele sabe da sua vida, tem “provas” contra você. Uma mulher sábia deve ser zelosa em TUDO.
    O que percebo nessa “modinha” é como a vida sexual das pessoas se tornou patética. Elas não querem mais amar, ter intimidade, fazer amor e/ou sexo. Querem viver um teatro, fazer encenações. Acredito que tudo muito relacionado com a fama dos pornôs. O que era tão normal, saudável e ÍNTIMO para um casal se tornou uma verdadeira competição social. Se tem a cena x em um filme, se um amigo (a) comenta alguma coisa, se um livro explode em sucesso, as pessoas se desesperam para fazer algo que muitas vezes nunca desejaram e nem o fariam se não fosse o acontecimento em si. Os modismos têm afetado até a vida sexual das pessoas. Sexo virou comércio. Sou do entendimento de que sexo só se comenta com 2 pessoas: seu parceiro e seu médico. São os únicos que realmente podem fazer algo por você. É algo extremamente pessoal, não é da conta de ninguém. O que te interessa saber o que Amanda e Eduardo fazem entre 4 paredes? Você é casada com Amanda e/ou com o Eduardo? NÃO!! Então qual o motivo de tanta curiosidade? Realmente não entendo. Corpos, cheiros e sincronias são diferentes. Quanto mais “novidades” são levadas pra cama, mais frustradas as pessoas ficam. Necessidades são criadas, fetiches, aberrações, promiscuidades, falta de amor próprio. Chegam ao fundo do poço e acham que estão curtindo a vida ou que são extremamente sexuais. Sexo é instintivo, é pele, cheiro, atração. A partir do momento que eu preciso da roupinha X, da fotinha nua, do lugar W, é importante que a relação seja repensada. O foco deixa de ser a pessoa pra ser o objeto.

    • RESPONDER
      Adri
      24.08.2015 às 11:36

      Uma salva de palmas! Perfeito!

  • RESPONDER
    Dálete
    22.08.2015 às 9:05

    Oi Jô
    Como sempre arrasou no post, parabéns pela forma leve e descontraída que vc aborda esses assuntos mais “polêmicos”.
    Eu sou casada há 6 anos, e as vezes mando mensagens hot pro marido, ele fica bem animadinho. Ajuda a apimentar, a criar um clima de expectativa.

    Beijos

  • RESPONDER
    Chris
    23.08.2015 às 22:50

    Existem muito mais pessoas envolvidas na transmissão da foto além de quem manda e de quem recebe. Hoje em dia todos os termos de uso, seja do whatsapp, e-mail, dizem explicitamente que têm acesso aos seus dados, fotos, enfim…
    Acho que não adianta apenas confiar na pessoa, tem coisas que não dá pra confiar na “tecnologia”…
    Uso todos os recursos que a internet dispõe… mas tenho noção que tudo pode ser interceptado, hackeado, usado sem a minha permissão ou com a minha permissão( afinal quem lê os termos de uso de todos os sites e aplicativos)?

  • RESPONDER
    Paola Alves
    26.08.2015 às 13:39

    Isso é acontece porque sexo é tabu, infelizmente. Corpos pelados são tabu. É só um corpo cara, não ligo pra isso e não vejo o porque de ficarem taxando as pessoas de isso e aquilo. É triste e apesar de saber que é importante debater o assunto, fico com uma puta preguiça HAHAHA! Na minha cabeça é tão claro, tão natural <3 http://simsemfrescura.blogspot.com.br/

  • Deixe uma resposta