5 em Beleza/ Cabelo/ corpo/ Fhits/ London Fashion Week/ pele no dia 23.09.2013

Experiências com a St Tropez em Londres!

Quando eu recebi a agenda de programações do Fhits em Londres fiquei curiosa com uma marca que estava lá, a St Tropez. Acabei perguntando pra Victoria, amiga inglesa que me hospedou antes e depois da LFW, e ela me contou o quanto a marca é forte por no UK, primeiro lugar do segmento disparado.

Logo que falei dos convites da marca a Vic me fez uma pergunta bem interessante: O que uma marca de “autobronzeamento” pode querer com as brasileiras, que são mulheres que têm sol o ano inteiro?

Na mesma hora eu falei quer iria descobrir ao certo, mas que eu tinha dois palpites: falta de tempo para cultivar uma cor bonita e saudável no sol e os perigos que a exposição ao mesmo trazem para a pele. Aqui não falo só do câncer, o argumento principal e comprovado é o papel do sol no envelhecimento da pele. Inclusive eu e a Dra. Vanessa vamos falar sobre isso logo, logo, acho que vai ser um post bem polêmico e interessante.

Voltando à pergunta da Vic ainda me veio a cabeça que o Brasil é um dos maiores mercados de beleza do mundo! Como uma empresa tão grande e tão forte poderia ficar fora daqui?

De cara minha curiosidade só aumentou, um lado meu estava super interessada e o outro pensando o quanto eu gosto e me esforço para continuar bem branquinha. Me despi dos preconceitos e começamos nossas experiências à convite da marca.

Logo de cara, eu e Gabi fomos chamadas para o desfile e o backstage do David Koma, já contei por aqui como a marca começou a chamar minha atenção ali. Naquele momento eu achei incrível a versão “wash off” do autobronzeador, ela não sai apenas com água, precisa ser um bom banho, com água e sabonete! Cada estilista estudou com a St Tropez qual seria a cor de pele ideal para sua coleção, discutindo também os contornos e as partes a serem iluminadas.

instantan

No segundo dia, fomos à convite da St Tropez para o Sanctuary Spa. Lá conhecemos a marca de produtos do SPA, que também faz parte do mesmo grupo. Já tinha visto os produtos sendo vendidos na Boots mas só comecei a testar os de banho no nosso apartamento, com isso, fiquei bem curiosa sobre esse SPA. Ele é só para mulheres e fica no subsolo de Covent Garden. Você entra por uma lojinha e se depara com um novo universo debaixo do chão. Fiquei com medo de me sentir claustrofóbica, mas na verdade foi muito tranquilo, uma paz maravilhosa.

sanctuary

 Na foto do grupo: Helô Gomes, Paula, Gabi, eu, Marília e Anna Fasano.

Curtimos e relaxamos perto da piscina, conversamos e descansamos até sermos chamadas para nossas massagens. Cada uma teve a massagem de um tipo. A minha foi sensacional, pernas, braços, couro cabeludo e rosto, foi quase uma hora de muita paz e renovação. Os óleos e cremes usados também foram maravilhosos. Foi uma experiência que eu gostaria de repetir um dia.

De lá, a St Tropez nos convidou para fazermos os cabelos no salão do Charles Worthington, mais uma das marcas do grupo que tem seus produtos próprios. Eu só testei em casa o leave-in, já estou adorando o resultado super leve, mas não vou falar antes de testar bastante. Aproveitei nossa casa recheada de mimos e trouxe alguns produtos pra mim e para Carla, vamos testamos aos poucos. Mas se tudo for no nível do leave-in reparador Strength & Repair Split Ends, ferrou, vou adorar.

cabelos-cw

Nesse dia todos os produtos usados para lavar e fazer minha escova foram da linha Moisture Seal e eu honestamente curti muito o resultado. Foi o cabelo das fotos do segundo dia, o mesmo do desfile do Jonathan Saunders que falamos aqui no futi.

Por fim, no terceiro dia nós fomos apresentadas oficialmente à St Tropez! Tivemos uma palestra da Nichola Joss, que conversou conosco no backstage e nos apresentou todo o universo da marca. Nesse bate papo com ela e Jules Heptonstall, também expert de acabamento de pele no Reino Unido, nós tivemos a oportunidade de perguntar TUDO que quiséssemos.

Várias coisas legais foram ditas, mas para mim, a principal foi a seguinte:

Os produtos da marca não têm uma grande gama de cores, se resumem em tom mais claro e tom mais escuro. Achei isso engraçado até entender como o produto funciona: Ele não “colore” você, ele ativa a melanina da sua própria pele, que ganha a sua cor quando se bronzea.  No dia, eles falaram que duas mãos equivalem a um sol modesto de duas semanas, mas eu achei mais leve que isso, achei que duas mãos me deram uma cor de saúde (vai ver o sol modesto é para os ingleses, né?). Na verdade eu estou testando tudo para ver qual é a cor que me interessa para feriados e verão. Não quero deixar de ser branquinha, mas gostei de saber que tenho a opção de conseguir um tom mais dourado no corpo quando eu quiser, sem ficar manchada ou laranja.

Para o bronzeado leve, só num tom de saúde, eles aconselham usar a mousse, que não é maquiagem e vai bronzeando a pele. Eles dizem que dura de 5 a 7 dias e deve ser aplicado semanalmente, mas para quem quer uma cor mais intensa deve aplicar com mais frequência. Eu acho super importante começar com moderação e ver o que acontece ao invés de ir com toda sede ao pote!

Dicas importantes: Se usar a esponja de luva da marca o resultado é mais garantido, esfoliar antes é uma ótima preparação da pele e não pode esquecer de hidratar os cotovelos, joelhos, pés e mãos (áreas mais secas) para não ficar com linhas marcadas. E se ficar, existe um removedor para esses problemas. Isso é importante tanto para a mousse quanto para a versão Wash Off, que eu testei também e adorei, acho que é uma ótima saída para quem vai usar um vestido de festa e afins, passei pouquinho e meu resultado ficou bem suave, mas perceptível. Só testei nas pernas esse sábado e realmente não tive nenhum problema com transferência, e olha que eu usei short claro e calça branca.

Na palestra eles usaram a mousse – campeã de vendas da marca – em uma modelo, brincaram com os iluminadores nos pontos certos e ainda mostraram como intensificar o contorno do corpo para dar um visual mais definido. Eles indicaram vários vídeos no youtube para o caso de quisermos testar! Achei interessante!

Depois dessa apresentação, almoçamos com a turma da St. Tropez no Delaunay, restaurante delicioso. Por estarmos em uma sala privada foi possível conversar muito com a equipe e no fim, já estávamos as mais empolgadas para as marcas do grupo virem com tudo para o Brasil. Hoje alguns produtos da primeira linha já estão sendo vendidos no site da Sephora.

Depois do almoço, as que se apaixonaram, se interessaram ou ficaram curiosas podiam agendar um horário para fazer o “fake tan” no nosso apartamento. Eu que achei que não estaria nesse time de jeito nenhum, mas fui a primeira a marcar meu horário. Se eles conseguissem me convencer, com certeza valeria a pena contar a experiência!

O Jules, que faz o bronzeado de celebridades como Siena Miller, Blake Lively e outras, fez o nosso. Ele levou os mesmos aparatos usados nas semanas do Red Carpet (seja na Inglaterra ou nos EUA eles tem equipe para fazer as celebridades). Ele abriu uma cabaninha, preparou a minha pele e fez o meu bronze com air brush, que é diferente do que eu farei em casa com a mousse, mas o produto é o mesmo. Ele me avisou que ficaria muito morena naquela noite, mas passaria e disse que não deveria tomar banho por 8 horas. Tomei banho antes de fazer e caí dentro, naquela noite fiquei mais “queimadinha”, depois normalizei, mas adorei, já me senti num tom de saúde, que pode ser uma alternativa de vez em quando, isso sem deixar de ser clarinha hora nenhuma.

No rosto senti o resultado ir embora mais rápido, mas eu o lavo muito e ele disse que o avião não ajudaria a manter a cor. Mesmo já tendo uns dias que eu fiz a galera lá de casa curtiu. A Cony fez no Futilish mostrou um antes e depois desse dia.

mousse-st-tropezEu não usei o produto do rosto porque vou à dermatologista essa semana e não quis mascarar minhas manchinhas para ela!

Com o top Jules a coisa foi mole, fácil e rápida. Agora fazendo em casa com a mousse já percebi que preciso fazer com mais calma. Ontem eu resolvi testar e hoje notei que meu umbigo por exemplo ficou branquinho, esqueci de passar nele. Fiz antes de ver esse vídeo, na próxima vou seguir o passo-a-passo certamente, para um resultado mais perfeito (eu errei a mão na parte de dentro do braço e no umbigo).

Cla-ro que trouxe a mousse pra Carla, não poderia deixar ela fora dessa experiência. Acho que vale a pena nem que seja para testar. É uma ótima opção para manter uma corzinha no verão sem sujeitar a pele a nenhum envelhecimento precoce. Fora isso já to me imaginando uniforme em termos de cor durante a temporada de calor (para quem não sabe corro de short ao ar livre). Como sigo orientações médicas eu não passo protetor nos braços e pernas para correr, sendo assim a marca é inevitável, vai ser ótimo aprender a “corrigir” isso.

Quero muito compartilhar minhas descobertas das marcas do grupo por aqui, estou com a sensação de que tudo é de altíssima qualidade. Não é a toa que a marca é líder de mercado mundial no segmento e é super queridinha na Inglaterra.

Ufa! Escrevi horrores, mas não queria deixar de contar um pouco de tudo que a marca nos mostrou e proporcionou e apresentou em Londres.

Beijos

banner-lfw-depois

Gostou? Você pode gostar também desses!

5 Comentários

  • RESPONDER
    Juliana Duarte
    01.10.2013 às 16:55

    Olá!
    Adoro o blog de vocês! Sempre entro e nunca comento ;)
    Vocês sabem me dizer onde consigo comprar esse mousse nos EUAS?

    Beijos

    • RESPONDER
      Carla
      01.10.2013 às 19:12

      Oi, Juliana! Obrigada! Acho que na Sephora tem!
      Beijos!

  • RESPONDER
    Juliana Duarte
    01.10.2013 às 16:56

    Ops! Eua!

  • RESPONDER
    Summer bronze
    03.06.2015 às 20:13

    […] como se tivessemos passados horas a fio para conseguir o resultado! Se aplicado corretamente (tem até uma luvinha que a Jô mostrou no F-Utilidades) fica completamente sem manchas. E já contei que seca só em 60 […]

  • RESPONDER
    Jéssica
    18.04.2017 às 12:06

    Oxe, cadê a foto do depois? Para vermos como ficou o bronze.

  • Deixe uma resposta