21 em Comportamento/ desafio de peso no dia 05.09.2013

Nem sempre a dieta da moda é a melhor para você!

Meu emagrecimento vem sendo abordado de diferentes formas pelas pessoas na vida off-line. Boa parte acha incrível e quer entender como tem sido esse novo processo, mas algumas pessoas começam a levantar a questão de que essa história de “sem glúten”, “sem leite” e afins é modinha e dá no mesmo de qualquer dieta convencional bem feita.

Eu estava pensando muito sobre isso, quando dei de cara com um texto sobre DETOX e dietas sem glúten, na Revista O Globo. A matéria não me disse muita coisa nova, conheço esse universo há mais de um ano, mas ela foi encerrada com uma frase que eu estava precisando ler que, por coincidência, veio da Patricia, minha nutricionista.

GLUTEN

Na mesma hora postei o trecho no insta, com desejo de abordar o tema lembrando que cada indivíduo é único e que nem tudo que funciona para mim, vai funcionar para você. Conheço várias pessoas que já fizeram o mesmo Detox que eu e tiveram resultados bem diferentes.

Detox pode ser o novo “termo da moda” e é normal ele ter virado alvo de interesse da mulherada. Eu amo o processo de desintoxicação e se minha nutri não me proibisse, ia querer fazer pelo menos umas 3x por ano, mas a questão não é essa! Ele funciona brilhantemente para alguns, mas não é todo mundo que se dá bem com ele.

Vai além disso, nem todo mundo precisa de detox, nem todo mundo precisa cortar o glúten ou o leite convencional, mas todo mundo que precisa costuma ter um resultado que influencia, tanto na saúde quanto no peso, quando retira os alimentos que o corpo não tolera. Essa é a linha que as nutricionistas funcionais, em geral, seguem.

A nutrição funcional não está necessariamente preocupada com a quantidade de calorias e sim em como a alimentação pode melhorar sua vida, esses alimentos vão sendo descobertos por exame de sangue ou de acordo com alguns sintomas que você apresenta no seu dia-a-dia. O cardápio é montado sem se importar com dietas padrões (frango grelhado, legume A, legume B e salada), ele deve conter os alimentos que te fazem viver melhor e tirar, ou pelo menos reduzir, os que te fazem mal (esses muitas vezes atrapalham o emagrecimento).

No meu caso, fiz um exame na clínica mesmo, um furinho no dedo e ele testa 59 alimentos, o exame de sangue de laboratório testa mais, mas além de ser mais caro é menos prático. Infelizmente minha lista contem muita coisa que eu amo, mas o que eu fiz? Mudei minha rotina, evito esses alimentos no meu dia-a-dia e em dias especiais, me permito alguma coisa que está na “lista negra”. Por mais que minha barriga reclame depois, estou descobrindo meu limite com cada alimento e mantendo meu organismo mais limpo e mais saudável. O suco verde, por exemplo, diminuiu muito a quantidade de vezes que eu caio doente. Antes era algo quase rotineiro, agora é MUITO raro. Eu mudo a alimentação, a saúde melhora, a pele fica outra coisa, enfim, é uma mudança que você percebe tão rapidamente que te estimula a continuar não saindo muito da linha, isso sem falar na balança né?

Cada caso é um caso, mas quis fazer essa reflexão para que ninguém faça algo porque está “na moda”, sem pensar no que te faz bem ou funciona com você. Perder peso apenas por perder, sem cuidar da saúde, é muito delicado. Toda hora surge uma dieta nova que promete milagres, é preciso ficar de olho.

Meu histórico é de efeito sanfona. Tenho transtorno alimentar, já tomei todo tipo de remédio que existe no mercado, já passei por todo tipo de nutricionista e endocrinologista. Desta vez acredito que tudo isso pode (e vai) ficar pra trás. Consegui conciliar uma equipe multidisciplinar de nutricionista, endocrinologista especializado (que é médico e não me passa dieta), analista e personal trainer. Com essa turma estou indo com calma em direção à minha meta e não estou me vendendo para qualquer modinha do momento.

Por mais que eu tenha feito desintoxicação e siga a linha sem os tais alimentos que está todo mundo cortando, tenho dezenas de posts que mostram que essa minha relação é uma história séria desde abril do ano passado. Mesmo tendo engordado no meio do caminho não abandonei os alimentos que me fazem bem.

Hoje estou seguindo meu caminho, comendo bem e fazendo exercício mesmo não sendo do time das loucas por isso. Eu encontrei a linha de nutrição que quero seguir e isso independe de modismo.

4de4d2d17537138bdcde420f75399479

Então, o que eu recomendo para a turma de amigas e leitoras com questões mais delicadas com o peso é: saiba seu objetivo, descubra se ele está alinhado com a sua saúde (seus exames) e procure uma linha nutricional ideal para você. Sou suspeita, pois estou apaixonada pela nutrição funcional, mas cada um tem um tipo de caminho que fará melhor para si mesmo! É super importante descobrir o seu.

Quem tiver outros caminhos bem legais ou alternativos pode dividir com a gente, é só soltar o verbo nos comentários!!!!!

Beijos

 

Gostou? Você pode gostar também desses!

21 Comentários

  • RESPONDER
    Monica
    05.09.2013 às 11:43

    Jo!
    Concordo com tudo que vc escreveu!
    Muito sucesso nessa jornada!

    Bjs

    PS: Vc pode me passar o contato do seu endocrinologista?

    • RESPONDER
      Joana
      08.09.2013 às 10:23

      Claro que posso!!!!!
      Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan
      O consultório fica na galera Menescal em Copacabana
      O telefone do consultório é: 2549-1155/ 25480472
      Ele é uma figura e muito competente.
      Bjos
      Jo

  • RESPONDER
    Babi
    05.09.2013 às 13:14

    Não sou nutricionista, mas convivo com isso diariamente, sou formada em Educação Física e sou professora de musculação, então já pode imaginar que escuto tudo que é tipo de dieta maluca. Na academia onde trabalho tem duas nutricionistas, e ambas são categoricas ao dizer que não se deve cortar NADA sem acompanhamento de um profissional e exames.
    Tem que ver essa galera que sai cortando lactose, realmente, há pessoas que se tomam leite, passam mal mesmo, ficam inchadas, mas tem outras (o meu caso) que eu posso tomar tranquilamente e não muda em nada para mim.
    E penso que isso vale para tudo, e você foi ótima ao dizer que “perder peso apenas por perder, sem cuidar da saúde, é muito delicado”, é exatamente isso, há muitas pessoas que se preocupam apenas com o peso e não fazem um exame de sangue para saber como está o resto.
    Muito legal vocês fazerem um post abordando esse assunto, vocês não fazem nem idéia do quanto é difícil, até mesmo hoje em dia que temos mais informação, de convencer as pessoas de procurar um nutricionista, personal, etc.
    Parabéns pelo texto!

    • RESPONDER
      Joana
      05.09.2013 às 13:51

      Muito legal seu feedback Babi!!!!
      Ficamos felizes em saber que o texto estava totalmente dentro de contexto!
      Obrigada por ter agregado mais informações, completamente pertinentes, sobre o que está acontecendo por aí!
      Estamos de olho nisso e a coisa não tá boa não.
      Beijos

  • RESPONDER
    Mariana Borges
    05.09.2013 às 14:57

    Quem fica inventando de tomar suco verde, cortar leite e comer chia: eu! \o
    Quem não faz um check up há anos: eu! \o
    É, esse post me fez rever meus conceitos, definitivamente….
    Obrigada, Jô!

    • RESPONDER
      Joana
      05.09.2013 às 20:36

      Mariana,
      Pelo amor de Deus faz isso acompanhada!
      Eu faço tudo também, massss com acompanhamento.
      hahahahahha
      Se cuida com algum profissional junto!
      Beijos

  • RESPONDER
    Silvia
    05.09.2013 às 19:36

    Eu sou super intolerante. Fiz o exame em 2009 e acho q nenhum grão escapou sem pelo menos um pontinho. Mas esse exame ainda não é 100% até pq existe a famosa alergia cruzada como por exemplo pessoas com alergia a banana dão positivo para Látex, portanto só fazendo a dieta de exclusão que você pode ter certeza do que te caí ou não caí bem. Eu sou extremamente reativa a ovo mas é a única comida que eu consigo comer qdo estou enjoada, vá entender! Minha alergia a soja é a pior, depois vem a intolerância a lactose mas com os produtos reduzidos e as enzimas digestivas minha vida melhorou muito! Mas ainda tem algo que está me inchando muito e eu não sei se é hormonal ou da alimentação (cortei o glúten por uns dias e não fez a menor diferença), como está na época de ir no gineco mesmo, vamos ver!

    A primeira vez que eu fiz uma dieta de exclusão – só comia frango, maça e arroz – eu fiquei MEGA deprimida, perdi o semestre da faculdade mesmo depois de acrescentar mais algumas coisas ao cardápio, não emagreci, só descobri que eu tinha uma reação péssima a lactose no meu período pré menstrual (foram meus primeiros sintomas da intolerância). Então acho que a experiência de alguém que passou por isso e não teve uma boa experiência tb é importante, pq foi MUITO PUNK aquela época. Depois em 2010 eu fiz de novo a dieta restritiva e chorava muito, muito mesmo, não queria sair de casa, não queria ir a faculdade, não queria trabalhar pq eu não queria ter que comer fora de casa. Erick, meu marido (éramos recém casados), me ajudou e tentava fazer pão, bolo e outras coisas para eu comer que não levassem ovo, soja, glúten e lactose (e ainda tinham q ser diets) mas mesmo assim por um bom tempo eu achei q minha vida tinha “acabado”. Queria jogar fora todos os utensílios de cozinha que tinha acabo de ganhar e as receitas do Chá de Panela pq para mim eu nunca iria usar aquilo ou poder comer qq uma daquelas receitas na minha vida. Então eu apoio o que as meninas disseram não é pq tá na moda, pq fulano disse q tal coisa faz mal, pq qdo estávamos na pré história só comíamos tal e tal coisa que você pode fazer uma dieta dessas. Revista nenhuma sabe como é o seu rim, o seu colesterol ou o seu açúcar, nem sua amiga de academia. E eu não sou a única pessoa que conheço que deprimiu e achou que a vida tinha acabado pq não podia comer tal coisa, minha amiga é alérgica a glúten e não saí para lugar nenhum onde ela possa ver uma cerveja e ela já sabe da doença faz mais de 5 anos. Então procurem um clínico, façam um check up e procurem uma nutricionista, um endocrino, um alergista, enfim, uma equipe que possa te orientar e apoiar. A nutricionista que eu fui era uma boa duma porcaria e eu acabei aprendendo o que precisava na época, sobre como substituir ingredientes, com a internet o que não é o ideal. Mas tive uma equipe médica ao meu lado, minha dieta teve indicação médica, incluindo terapia!

    Bem meu enorme desabafo/depoimento – que é só parte da história – é para mostrar que existe um lado ruim da moeda tb. E que sem profissionais competentes nada de inventar moda e começar dietas. É bom lembrar que as de baixo carboidrato – tipo Dukan – podem danificar os rins e aumentar o colesterol. Então saúde em primeiro lugar!

    Beijos enormes!

    • RESPONDER
      Joana
      05.09.2013 às 20:46

      Eu incho muitoooo com glúten, estufo com soja e tenho crises de rinite com lactose.
      Não tem moleza não, isso pq não falei dos outros VARIOS alimentos da minha lista.

      Que triste essa sua história, não poderia imaginar isso!!!!!! Nossa, que barra. Eu não sei se minha antiga alimentação “alimentava” as fases piores que eu passei, com desânimo, tristeza e tals (lá para o segundo semestre de 2008).

      Acho que o lance é ir num super profissional de nutrição, um ótimo médico e fazer exames né? Eu acho que fazer uma dieta é uma escolha muito séria, que não pode ser leviana.

      Hoje não largo mais minha equipe. To na luta e não quero desistir. A terapia permitiu que eu buscasse as demais ajudas.

      Obs: Hoje você ta bem com tudo isso né?

      Beijos

    • RESPONDER
      Silvia
      11.11.2013 às 4:16

      Ih Jo, é complexo. De vez em qdo quero fazer dieta certinha parar de comer glúten e cia – soja é fácil pq eu não como desde bebê – mas as vezes eu quero mandar tudo para o “inferno” pq eu faço dieta e nada muda! Tipo nada mesmo! Como eu estou tomando enzimas eu não tenho passado mas tão mal com as coisas simples tipo pão francês mas passo com outras. Aí acabo numa dieta de fazes: tem a fase que só quero comer ovo, outra que é carne e por aí vai. E eu sou super ultra mega chata e não consigo colocar uma folha de alface na boca, então nada de salada para mim! :/
      E claro q tudo tem relação com a cabeça né? Não sei se comentei mas esse ano o Erick viajou várias vezes no início do ano e para cada viagem (felizmente não foi cada semana) eu ganhei 1kg! Converso sempre com a minha terapeuta e até cheguei a pensar em procurar uma nutricionista de novo, mas qdo me mandarem cortar a coca zero e a batata não vai funcionar! Até pq qdo eu to super mal de enjoo e tal a única coisa q consigo comer é batata Stax e coca cola light (passei parte da minha viagem para o México assim!). Como o momento aqui de casa é de bastante tensão, eu meio que parei de me importar com perder peso pq não é a melhor hora para isso (minha terapeuta q disse!) dado q eu tenho outras prioridades que são bem mais urgentes tipo a dissertação do Erick.

      Eu tenho uma amiga q frequenta a mesma nutricionista q vc e adora tb! Mas ela é boa moça e come direitinho, não é cheia das frescuras como eu!

      Beijos enormes querida!

  • RESPONDER
    Lyanna Bezerra
    05.09.2013 às 19:59

    Jô eu penso e-xa-ta-men-te como vc!!!! E confesso que tenho um certo abusinho de #projetosdeinstagram de quem não tem a mínima noção do que está fazendo, mas só seguindo a onda.
    Já ouvi de uma pessoa que está comendo salada pq está na moda, que está tirando a lactose pq tb está na moda, sem nunca ter feito um exame ou sem ter ido a nutricionista.
    Se antigamente a moda era tomar aqueles shakes que prometiam emagrecer, agora a moda é tomar os shakes que prometem fazer detox. Tenho preguiça disso!!! Detox eu só fiz 2 vezes na minha vida e reeducação alimentar desde 2007 e tudo mudou, às vezes eu dou uma saidinha da linha, engordo um pouco, mas depois o barco segue o rumo normal.
    Não existe dieta igual para todo mundo. Eu me dou super bem com leite de soja e muitas outras pessoas não. Algumas precisam comer carne e outras tem que cortar. Só exames, endocrino e um nutricionista sério podem dizer o que é bom pra vc, não é um #projetodeinstagram que vai te fazer saudável.

    • RESPONDER
      Joana
      05.09.2013 às 20:40

      Acho que é isso mesmo, você está certa!
      O que acho legal dos projetos de instagram é a força que eles te dão.
      Sem falar que antes, a moda era a modelo dizer que comia chocolate, mesmo sendo mentira. Hoje a moda é mostrar que é saudável e que o corpo bonito não vem de graça não. Eu gosto disso, deixa a vida mais justa sabe?
      Eu acredito que para levantar uma bandeira dessas você tem que ter um profissional por trás, como a Carol e a Lalá.
      Acho que muita gente quer fazer o que tá na moda, pouca gente está interessado de se cuidar para a vida.

      Eu não me dou muito bem com leite de soja, só posso tomar no máximo 2x por semana! :(
      Acho o da Ades uma delícia.

      Bjãoooo

  • RESPONDER
    Ana
    08.09.2013 às 14:17

    Nossa, acho que esse foi o post sobre dieta e afins mais legal que já li pela “blogosfera”.
    Acho muito importante esse alerta que você faz, pois vejo muita gente fazendo dieta de instagram, só porque fulana faz. Parabéns pelo post tão inteligente : )
    E ah, estou indo conhecer o Rio essa semana e já anotei várias dicas de restaurantes que vocês deram aqui : ))

    Beijoos

    • RESPONDER
      Joana
      08.09.2013 às 14:30

      Obrigada pelo carinho Ana!!!
      Que bom que está com as dicas, precisando de mais é só pedir!

  • RESPONDER
    Patrícia
    10.11.2013 às 18:13

    Oi, Joana. Estou desesperada a procura de exames que me digam ao quê tenho intolerância. Qual o nome do exame que você fez? Uma endocrinologista disse pra mim que não existe nenhum! Obrigada.

    • RESPONDER
      Silvia
      11.11.2013 às 3:58

      Oi Patricia, td bem? Olha eu fiz o meu exame no laboratório Richet, se não me engano, no Rio. É um exame de sangue mas que nem sempre é 100% preciso pq existe algo chamado alergia cruzada, que é vc ter alergia a uma coisa e acusar outra junto. Mas assim serve para te ajudar a ter uma ideia e tirar aqueles alimentos da sua vida e depois tentá-los inclui-los para ver como vc se sente. Mas por favor isso só se você não for alérgica – que é outro exame – a nada.

      Existem dois tipos principais de “alergia”: a tipo 1 que é a mais perigosa pq é a que dá edema de glote que faz com que seu IgE fique aumentado. Essa é super simples de achar exame em laboratórios.
      O segundo tipo que é a intolerância ou hiper sensibilidade que é tem como marcadores o IgG. É esse o exame que eu fiz para saber das minhas “alergias”. Esse tipo não mata pq não dá edema de glote mas causa todos os tipos de sintomas possíveis.

      A melhor maneira de vc testar algo é fazer a exclusão total daquela substância . A Jo fez isso, se me lembro bem, fazendo um detox. Eu fiz um mais pesado onde eu só podia comer frango, arroz e maçã basicamente por alguns dias e depois incluíram batata cozida! Foi assim q eu confirmei minha intolerância a lactose uns 10 anos atrás, acho q esse exame de IgG nem tinha chegado por aqui pq eu fiz o meu final de 2009 e era tipo experimental ainda.

      Ah! Tb tem o exame de contato q algumas clínicas de alergia fazem. Tem dois tipos o q colocam a substância na sua pele e furam para ver a reação – pode ser feito com clara, cacau, gema e alguns outros alimentos – e o moisaco que é um onde eles cobrem a sua costas toda com vários esparadrapos e substâncias diferentes para saber como elas vão reagir na sua pele.

      Eu não sei qual desses exames a Jo fez, eu já fiz todos e até deveria refazer alguns.

      Espero ter te ajudado! Se tiver alguma dúvida que eu puder ajudar, só falar! Meus pais são médicos e minha mãe praticamente se especializou em alergias por minha causa (ela não clinica mais mas estudou muito o assunto) e meu pai tb descobriu um novo mundo, inclusive de intolerâncias coitado, por minha causa. Alguns exames são meio novos e como eu disse não são exatos mas um bom médico vai te guiar bem com ajuda de um bom nutricionista para achar o seu caminho.

      Beijos!

    • RESPONDER
      Patrícia
      12.11.2013 às 9:03

      Oi, Silvia. Obrigada pelas dicas. Já marquei o exame no Richet. O problema é que não estou conseguindo marcar consulta com o Dr Izidoro. Será que a Joana pode indicar o número dele? Um número que peguei no comentário dela é se um laboratório. Obrigada.

      • RESPONDER
        Joana
        12.11.2013 às 9:42

        Patricia,
        Então, o telefone do Dr Izidoro é: 2548-0472 ou 2549-1155.
        Ele é meu médico, comanda e organiza tudo, de remédio a tratamentos alternativos, mas quem cuida da alimentação é a equipe da minha nutricionista. :)

    • RESPONDER
      Patrícia
      12.11.2013 às 9:17

      Eu tb queria uma indicação de um bom nutricionista no Rio e de onde posso fazer o exame de alergias do tipo mosaico que vc indicou. Muito, muito obrigada!

      • RESPONDER
        Joana
        12.11.2013 às 9:40

        Eu fiz na clinica Patricia Davidson Haiat, que é onde faço tudo relacionado ao assunto.
        Lá diferentes nutricionistas da equipe fazem o exame.
        Ela fica em Ipanema, em cima da Travessa, no sexto andar.
        O telefone é: 2511-1453 ou223-7200

        Espero ter ajudado! :)

    • RESPONDER
      Silvia
      12.11.2013 às 12:22

      Patrícia, eu não vou no mesmo médico que ela. Os meus exames alguns foram feitos na Clínica do Dr Carlos Loja, um alergista, mas acho que o melhor do trabalho dele é para quem tem alergia respiratória. E outros numa clínica de alergia que tinha na Tijuca e em Botafogo, que eu não consigo achar o nome. Mas parece que alguns laboratórios já estão fazendo estes exames.

      Quanto a nutricionista, a Jo tem uma experiência bem melhor no assunto que eu! As pessoas que vão nessa Clínica costumam gostar muito.

      Beijos e boa sorte!

  • RESPONDER
    Catarina Aragon
    14.12.2013 às 0:43

    Jô,

    Adorei seu post. Procurei a clínica também pois sou extremamente alérgica e voltei a ter alergia alimentar, não curto muito o teste tipo mosaico, confio mais no de sangue(coletado de forma tradicional),esses teste (principalmente o masaico) tem que ser aplicado a casos com indicação, pois muitas pessoas podem positivar sem realmente terem necessidade de excluir o alimento,infelizmente não é o nosso caso,né Jô!?!? Lembro perfeitamente que sempre espirramos juntas…rsrs O teste realmente se aplica pra individuos mais inflamados ou alérgicos,fui procurar um nutricionista por indicação do imunologista, para me orientar em como mudar minha alimentação tirando os alimentos que tenho alergia.
    Como médica não recomendo o mesmo remédio para todos pacientes, toda terapia seja ela médica, nutricional, psicológica deve respeitar a pessoa como individuo e o mesmo precisa confiar e gostar da linha de tratamento que esta sendo utilizada.
    Parabéns!!!

    Beijos

  • Deixe uma resposta