8 em Comportamento/ Deu o Que Falar no dia 30.07.2012

Deu o que falar…

1 – Que bom que acabou a trilogia, hein, Rob?

– Aqui não, Rupert!

Tem como não falar sobre o bafão cinematográfico da década, que provavelmente só fica atrás da traição do Brad Pitt com a Angelina Jolie?

Semana passada, divulgaram fotos de Kristen Stewart traindo Robert Pattinson com o diretor do filme Branca de Neve e o Caçador, Rupert Sanders. Levando em conta o sucesso de Crepúsculo, não é surpresa nenhuma que tem muita fã querendo a cabeça de Kristen, né?

Mas foi uma surpresa ver a matéria no Fantástico com gente achando que é montagem mesmo com fotos e desculpas públicas (sendo que a do Rupert, dizendo que está rezando para que tudo se resolva com a mulher e os filhos foi, no mínimo, bem patética).

Só esperamos que Robert aprenda com Jennifer Aniston o que NÃO se deve fazer nesses casos, né? Porque ela ficou como coitadinha por taaanto tempo que até quem era Team Jennifer encheu o saco depois da 15a. entrevista falando do assunto!

2 – Sambando na Sexy

Uma leitora, a Julia, nos mandou esse link e ficamos bobas com a história toda. Tudo começou no Lingerie Day, aquele dia onde meninas mais desinibidas resolvem tirar uma foto de (ou da) lingerie e postar na internet.

A revista Sexy, aproveitando o dia, resolveu lançar um concurso onde, inicialmente, as 3 mais votadas ganhariam um kit e apareceriam em um ensaio na Sexy de setembro. Daí que a Steph, do blog A Grande Diferença, resolveu entrar na brincadeira, mandou a foto e foi escolhida para participar da votação.

O negócio é que a Steph é gorda e até ontem, ela estava ganhando de lavada, com uma diferença enorme entre a segunda colocada. Hoje ela está em segundo lugar, com mais de 3000 likes. Levem em conta que ela está concorrendo com musas do brasileirão e essas mulheres que costumamos ver nessas revistas, ok?

No meio disso tudo, parece que a Sexy resolveu mudar o regulamento e agora as 10 mais curtidas irão ganhar o tal kit e eles irão escolher as 3 mais curtidas. Preconceito? Medo de gerar polêmica, receber críticas, tentar algo totalmente novo?

É uma estratégia ousada tentar levantar essa bandeira contra o preconceito em uma revista cujo público tá mais interessado em ver sempre a mesma estética? É, bastante. Mas como disse Ruy Ohtake lá no Modices: “Quem tem medo de polêmica nunca vai ser de vanguarda”. #FikDikSexy

O pessoal da Sexy ainda não se pronunciou, mas mesmo que ela não apareça na revista, já foi um grande passo, não acham?

 

3 – Clone polêmico

A Nath, do Coisas que Amamos, fez um post do clone da camiseta YSL e sugeriu que falássemos sobre isso no DQF. Adoramos a sugestão e, aproveitando a história de cópia, copiamos mesmo o título do post. :)

Ela levantou a questão sobre até onde vai cópia e inspiração nesse caso. Já estamos acostumadas com essa história de cópia/inspiração no mundo dos sapatos e bolsas, afinal, vários modelos são muito parecidos com os originais, quem conhece sabe de onde está vindo a referência (e quem não conhece vai comprar porque achou bonito) e agradece os preços acessíveis. O design é copiado, mas não existe a pretensão de ser a marca original.

Porém, como fica esse assunto quando se trata de uma camiseta com o logotipo de uma marca ultra famosa, e que, por sua vez, é bem parecida com a camiseta lançada pela própria marca?

Existem várias estampas que fazem alguma referência ou alguma brincadeira com logotipos famosos, mas em momento nenhum existe a confusão de ser um produto original ou não. Nesse caso, em especial, não vemos nenhuma diferença entre a camiseta e bolsas falsificadas.

O que vocês acham?

 

Gostou? Você pode gostar também desses!

8 Comentários

  • RESPONDER
    Dani
    30.07.2012 às 20:59

    Por favor, dêem nome aos bois: a cópia é da loja da Lalá Noleto, a LAX.

    • RESPONDER
      Carla
      30.07.2012 às 21:02

      Dani, a LAX não foi a única a produzir a camiseta, não! Por isso que não demos nomes!

    • RESPONDER
      Joana
      30.07.2012 às 22:56

      Na verdade Dani, MUITAS lojas com estrutura física e tudo produziram a camiseta. O problema não é a LAX, mas sim o conceito do mercado sair produzindo produtos com a marca de terceiros, também vejo um certo problema no consumidor final comprar não sendo da própria marca. Ele também está alimentando esse mercado de falsificação, que para nós é bem diferente do mercado de inspirações.

      Outras questões complicadas podem estar relacionadas a isso, no Marangoni tive muitas aulas em que os “licenciamentos” eram citados, quando a marca dá o direito de uma 3ª empresa usar sua marca.

      No passado a YSL vendeu alguns tipos de licenciamento do uso do logo que parece que incluíam camisetas, do tipo que permitiam que uma marca como a Hering pudesse vender camiseta com a logo da marca, que “vendeu o licenciamento” para essa empresa. Ou seja, o mercado já incentivou esse tipo de prática. Hoje os cuidados com as marcas de luxo falam MUITO mais alto e acho que a marca não daria um mole desse, mas certeza eu não tenho de como isso funciona, se é legal ou ilegal.

      Essa brincadeira de licenciar o uso da marca por outras empresas “quase” acabou com marcas de nome como Pierre Cardin, que foi uma das primeiras marcas a ganhar dinheiro com licenciamento.

      Hoje não acho que isso seja comum, nem acho que essas empresas (das camisas no Brasil) tenham o licenciamento para usar o logo… Só acho que a questão é 20 vezes mais polêmica/complexa do que parece.

      De fato, pessoalmente, acredito em boas inspirações, mas não em falsificações. Depois de começar a trabalhar com esse mercado minha opinião ficou muito mais radical. Precisamos apostar na criatividade, que para mim está presente na 3ª camiseta, que faz uma referência de forma interessante, mas como falamos no post não pretende ser o produto original.

      Beijos

  • RESPONDER
    lulymello
    31.07.2012 às 11:39

    meninas,
    vcs sabem que a YSL mudou de nome, né??? saiu o Y e a marca vai passar a se chamar SL! válido apenas para as roupas e acessórios, o “setor”dos cosméticos se mantém com o mesmo nome pois pertence a L’oreal. (acho! sei q foi vendida p uma empresa grande faz tempo, mas n tenho certeza se é essa)
    por este motivo váááárias marcas fizerem camisetas com a logo “original” YSL em protesto as mudanças feitas por Slimane, que além de mudar o nome da marca pretende mudar sua sede pra Los Angeles! com isso vários dos verdadeiros adoradores da marca ficaram chateados e acham que a troca do nome apaga parte da memória de Stefano Pilati… daí a vontade de continuar produzindo peças com o nome que Stefano fez virar um sucesso mundial.

    segue um dos links que saíram na net falando sobre a mudança
    http://fashionista.com/2012/06/pierre-berge-supports-ysl-name-change-says-he-was-happy-when-stefano-pilati-and-tom-ford-left-the-brand/
    em uma busca no google vcs podem encontrar vários outros!

    eu tb sou contra falsificação!
    recebi a camiseta com a logo YSL de presente de uma marca nacional que anuncia n meu blog e me enviou, gostei bastante e estou usando sem me sentir usando um produto falso, ou copiado!
    não vou entrar no mérito de que a marca ainda tem os direito sobre a logo ou não, acho q isso é sim importante, mas é uma informação que eu não tenho e acho interessante o fato de que as camisetas não são uma simples cópia, sabe??? existe todo um fato por traz da reprodução dessas t-shirts!

    claaaro que isso n muda a opinião de quem é contra, nem tô comentando aqui por conta disso, n acho q ngm tem q mudar de ideia, mas acho legal contar esse fato para as pessoas, pois pelo visto, muitos n estão sabendo….

    agora até que ponto tds as marcas que fizeram a camiseta estão homenageando Pilati ou não é a dúvida que vai ficar para todo e sempre, né? kkkkk certeza q tem gente que fez ou usa apenas pq acha bonitinho e nem sabe do contexto.

    beijos miiiil

    • RESPONDER
      Carla
      31.07.2012 às 16:25

      Fiquei sabendo que mudou e tb soube dessa “teoria da manifestação”, mas mesmo assim achei fail toda vida. Primeiro porque a marca mudou, o logo vai mudar, mas o YSL continuará existindo em algumas áreas da marca. Segundo porque a YSl já fez uma camiseta muito parecida com a que está sendo vendida agora. No meu ponto de vista atual, um produto falsificado é tão parecido com o original que confunde quem vê. E se o surgimento dessa camiseta foi uma manifestação, eu achei bem fail, viu? Pra mim, manifestação é aquilo que o Kidult fez com o Marc Jacobs, que ficou claro o que ele queria passar fazendo uma camiseta no mesmíssimo estilo da do Marc.

      Sei que não é o seu caso, Luly, mas acredito que muita marca que “copiou” essa ideia não fez pensando em protestos e sim naquele tipo de gente que acha que ser rica é andar com logotipos de marcas de luxo dos pés à cabeça.

  • RESPONDER
    Natalie
    02.08.2012 às 0:07

    Gente, falando sobre o lingerie day: ninguém até agora (ou eu ao menos não vi) a regra onde a sexy dizia que as três mais votadas iriam para o ensaio. E na boa, se a revista fosse tão preconceituosa assim, não teria colocado a foto da Steph no facebook, e colocaram… lembrando que eles falaram e repetiram que as melhores iriam para lá… Então, menos, beeeem menos. A Steph ficou em segundo e ganhou o kit dela.. agora quem vai para o ensaio, aí são outros quinhentos…

  • RESPONDER
    Lívia Galvão!
    09.09.2012 às 0:17

    Amooooo T-shirts! Tenho 2 YSL inspired da LAX, 1 Chanel, 1 LV Miss Melon…. São perfeitas e combina com tudo! <3

  • RESPONDER
    Mariana (@andpizzazz)
    20.09.2012 às 16:12

    Acho a do meio insipiração digna de camelô, no me gusta! Agora a da esquerda tem um viés de crítica e é bem legal!

    bjs, mari

  • Deixe uma resposta