40 em Moda/ Oops! no dia 14.09.2010

Ahn? Kingston X Shiloh

Ontem eu tava comentando no Twitter (@f_utilidades, podem seguir!) que tinha visto por aí uma foto do filho da Gwen Stefani, o Kingston, passeando com as unhas das mãos pintadas de prata e as dos pés de rosa cheguei e que tinha ficado chocada com tal fato.

Logo depois, a minha xará, a Carla Lemos (a multi atarefada dona do Modices) lembrou da Shiloh, filha da Angelina e do Brad, que agora sai por aí parecendo um menininho.

Como já fazia um tempo que eu não via foto da menina, resolvi dar um Just Jared nela (lá é meu Google para fotos atualizadas de celebridades, ok? rsrs) e fiquei impressionada! Olhem só os 2, postos lado a lado:

Sim, meninas, essas fotos com pouca resolução dos detalhes é do Kingston e não é Photoshop. E sim de novo, essa criança de boné é a Shiloh (a boca não mente, né? hehe) que, de fato, está cada vez mais parecendo um menino.

Eu até fiz piada, mas juro que fico pasma com isso! No caso da Shiloh nem acho tão grave assim. Com 2 irmãos mais velhos, eles devem ser uma super referência para ela (apesar de não justificar, já que a Zahara tem a mesma idade e é uma lady, né?).

Mas o que dá numa mãe aceitar que o filho de 4 anos pinte as unhas dos pés e das mãos? Será que o mundo já evoluiu e agora esmalte não é mais papo exclusivo de menina e eu não fiquei sabendo?

A modernidade é tanta pra minha pessoa, e estou me achando tão antiquada por isso, que eu já to vendo minha avó me apresentando o namorado de 20 anos (ps: ela tem 84), com uma camiseta escrita “I love Alexa Chung” e escutando no volume máximo “Papanamericano” no mais novo Ipod Nano. (hahaha, exagerei, mas entenderam a ilustração, né? kkk)

Vocês concordam comigo ou eu que estou muito reclamona?

Beijos

Carla (ps: não assinei pela Jo porque não sei se ela concorda comigo, mas tenho uma vaga idéia de que ela assina embaixo sem hesitar! hehe)

Gostou? Você pode gostar também desses!

40 Comentários

  • RESPONDER
    Lyanna
    14.09.2010 às 16:03

    Eu tb estava no twitter e lendo seus tweets tb lembrei da Shiloh e do contrates com o Kingston (marca do meu pendrive). As duas mães afirmam que permitem seus filhos usarem aquilo que querem.
    Acho que elas estão certas. É uma evolução não reprimir os filhos que agem de modo contrário e diferente dos seus pares. A gente sabe e acho que todo mundo presenciou em sua infância, uma coleguinha que tinha uma atitude diferente e era reprimido ou ridicularizado por pais, coleguinhas e etc.
    Será que não somos nós as ultrapassadas ao não encararmos com naturalidade mães que permitem seus filhos exprimirem sua personalidade?
    E desde que seja tudo natural, espontâneo e não haja uma produção de marketing, acho válido.

    • RESPONDER
      (f)utilidades
      14.09.2010 às 17:47

      pois é! só que pra mim tudo tem um limite. Por exemplo, eu não me incomodei quando um monte de gente começou a falar que era um absurdo a Suri usar um saltinho. Sei lá, eu fico vendo as fotos dela e ela me parece uma criança extremamente normal, com certos exageros fashion que eu acho até engraçado. Assim como acho duas fofas as filhas do Ben Affleck com a Jennifer Garner, e também o casal de filhos do Will Smith, com a Willow sendo ultra fashionista.
      O da Shiloh eu também acho que não tem nada demais, só botei para mostrar a diferença, porque ela tá mais menino que o próprio Kingston, né?
      Mas usar um esmalte? Não sei. O menino tem 4 anos e eu fui criada numa época que com 4 anos eu era vestida pela minha mãe e odiava ganhar roupa! Não estou acostumada a ver crianças que acabaram de sair do colo terem vontade de expressar sua personalidade de uma forma tão explícita. Será que deixar tudo também não pode criar uma falta de senso de limite?
      Ai, complexo! rsrsrs C.

  • RESPONDER
    carolsofia
    14.09.2010 às 16:21

    eu acho um absurdo. acho q mãe e pai que define o q a criança veste ou não até uns 9 ou 10 anos… além da influência dos amiguinhos. a shiloh eh a tipica muleka ou tomboy como chamam os americanos, mas deixar pintar a unha do filho de rosa e prata é ser muito sem noção. ABSURDO!

  • RESPONDER
    Cidney
    14.09.2010 às 16:53

    O que é certo ou errado?

    O que é normal ou anormal?

    O que é melhor ou pior?

    O que é exclusivo e de quem?

    Ãh? O esmalte?

    “Mas o que dá numa mãe aceitar que o filho de 4 anos pinte as unhas dos pés e das mãos? Será que o mundo já evoluiu e agora esmalte não é mais papo exclusivo de menina e eu não fiquei sabendo?”

    Temos sim que aceitar… a DIVERSIDADE.

  • RESPONDER
    Mel Salvi
    14.09.2010 às 17:12

    Carlinha,
    Para mim a Shiloh parece normal, apenas uma menina livre. Agora essa história do Kingston de fazer as unhas eu particularmente não gosto. Nem que ele fosse menina! Ainda não tenho filhos, mas minha sobrinha de quase dez anos só usa os esmaltes em casa.
    bjks
    Mel

  • RESPONDER
    juliana sullivan
    14.09.2010 às 17:25

    nossa! sem querer ser puritana, mas tem modernidade que eu dispenso.. não deixaria meus filhos hahaaha mas cada um é cada um! kkkkkkkkk

    beijoo
    http://www.julianasullivan.blogspot.com

  • RESPONDER
    Iana Villela
    14.09.2010 às 17:38

    O que é certo e o que é errado? Repressão e ridicularização causam marcas na vida de uma pessoa muitas vezes irreparáveis. Já liberdade que não fere o próximo em absolutamente nada, nunca vi causar trauma.
    Meus dois centavos.

    • RESPONDER
      (f)utilidades
      14.09.2010 às 17:54

      Não acho que ele tenha que ser repreendido e nem ridicularizado. Só que se um menino normal, que vai ao colégio como uma criança normal, resolver aparecer com as unhas pintadas, ele vai ser ridicularizado pelas outras crianças que não têm nem noção de que estão traumatizando o menino. E pelo menos, eu acredito que os pais são os responsáveis na hora de proteger seus filhos de possíveis problemas. É óbvio que ele não deve ser uma criança normal e nem deve ter uma vida normal, mas tem coisas que eu ainda acho demais e essa é uma delas. Eu ainda não tenho esse grau de evolução! rs C.

  • RESPONDER
    Bel
    14.09.2010 às 18:29

    Mas o que é isso? Criança quer explorar criatividade pinta parede, né? Esse tipo de escoha não cabe a um menino tão pequeno mas a mãe e o pai dele.
    Tb não sou tão moderna assim ao ponto de acreditar q não existe mais valor e algumas regrinhas. Tá, quando vc cresce a opção é sua mas se uma criança cresce com noção que pode tudo. Realiza, ela vai se perder em um pedaç do caminho. Afinal, o mundo pode estar bem evoluído mas o ser humano continua o mesmo.

  • RESPONDER
    Carol Heinrichs
    14.09.2010 às 19:13

    Eu espero MUUUUITO que tudo isso seja só uma fase.
    Veremos e oremos.
    hahaha
    beijoss

  • RESPONDER
    Iana Villela
    14.09.2010 às 22:23

    Com certeza, mas vc tocou em um ponto crucial. Ele não é uma criança como outra. Principalmente com a mãe que parece mais um traveco do que mulher (com todo respeito já q ela é linda mesmo que travestida) e com um pai roqueiro que pinta as unhas de preto desde a década de 90, néam?
    O meu maior questionamento é que as pessoas se espantam e dizem “ai, que absurdo” qnd no fundo o absurdo é a possibilidade de ele ser gay, o que tmb convenhamos não tem absolutamente nada demais! Que ele tenha saúde e bom caráter, a sexualidade dele é irrelevante, certo?
    Fora que na nossa época (ai, to velha) as crianças eram expostas a mto menos informações do que hj em dia. O mundo mudou e as crianças também.
    Como disse o Cidney, viva a diversidade – uma das maiores belezas do mundo.

  • RESPONDER
    Bruna
    14.09.2010 às 22:59

    Ah sinceramente eu acho que a maldade esta na cabeça dos adultos…eu não vejo problema algum em um menino pintar a unha, brincar de boneca ou usar rosa!! Gente ele é um bebe…e pra falar a verdade é muito melhor um menino que pinta as unhas que u menino mal educado, estupido ou qualquer outra coisa! Acho que já chegou o momento de nos basearmos menos pelas aparencias e mais pelo o que as pessoas são!

    Aqui todas somos pessoas instruidas e que tiveram o mínimo de educação acho que já não cabe mais um pensamento retrógrado a esse ponto!

    Adoro o blog…
    beeijo! :)

  • RESPONDER
    Camila
    14.09.2010 às 23:12

    Não gosto muito não…Criança tem que ser criança, mas tudo vem da educação dos pais…Pra Gwen deve ser normal, pra mim não seria…
    Qd tiver meus filhos, os vestirei da maneira que gosto, menino sem unha pintada e menina com vestidinho [bem enfeitadinha].
    Qd estiverem grandes, escolham o que vestir e assumam sua opção sexual…Mas enquanto não entenderem nada, terão a criação que acho correta. Mas repito: pras mães das crianças acima tudo está bem normal, pra futura mamãe aqui, NÃO!

  • RESPONDER
    Mandy
    15.09.2010 às 1:26

    Não acredito que seja uma coisa só dele. Agora em ny, vi vários menininhos com unhas pintadas. tanto dos pes quanto das mãos.
    é estranho mesmo..hahaha
    bjsss
    M.

  • RESPONDER
    sarah elisa
    15.09.2010 às 9:55

    Ah me poupe,oq aconteceu,ela acordou de manhã e tipo “ah, quero que minha filha seja sapatao”,e vai vestir ela de menino?pelo amor de Deus,me poupe,diversidade….tudo tem limite pra bom senso,isso nao cola nao!

  • RESPONDER
    Fernanda
    15.09.2010 às 11:32

    Acho que esse post foi bem preconceituoso e antiquado. Hoje vivemos em um mundo, que cada vez mais abre espaço para que as pessoas mostrem sua personalidade (Graças a Deus, pq senão continuariamos donas de casa), sendo ela “diferente” ou comum. Não sei se permitiria que meus filhos usassem esmalte ou se vestissem de homem ou mulher, mas não vou sair por ai discriminando uma criança ou uma mãe pelo jeito que ela se veste ou educa seus filhos. Acho que deveriamos discutir sobre crianças que batem em professores, que praticam bullying ou qualquer outra agressão contra seus coleguinhas. Isso sim, é preocupante. Então vamos aceitar mais os outros do jeito que eles são.

    • RESPONDER
      (f)utilidades
      15.09.2010 às 12:04

      Oi, Fernanda. Tive o maior cuidado de não adotar nenhum tom preconceituoso no texto e sim, deixei bem claro que me senti super antiquada pensando desse jeito, mas a educação que eu tive me faz estranhar tal fato. E olha que meus pais nunca podaram minha liberdade de expressão e/ou criatividade.
      Não discriminei ninguém, só tentei apontar um fato que é fora do comum de uma forma light, porque não queremos dar prioridade à assuntos sérios e mais profundos aqui no blog, visto que criamos esse espaço para relaxar e esquecer um pouco dos problemas que bombardeiam a gente todos os dias.

      Como a Bel falou, eu tb acho que o mundo mudou, sim, mas as pessoas não. C.

  • RESPONDER
    Carla
    15.09.2010 às 12:52

    Moldes!!!! Estes eles não iram tirar de nós a exclusividade. Eu axo! kkkkkkkkkk

  • RESPONDER
    Qkinha
    15.09.2010 às 18:18

    Desculpe, sou educadora e creio que devemos tratar meninos e meninas de maneiras iguais.
    É importante para que possamos descontruir uma cultura onde menina faz isso e menino aquilo.
    Ao contrário do que se possa achar, meninos são muito curiosos a respeito do mundo feminino, principalmente porque estamos sempre utilizando muitas cores e desde pequeno vemos meninas carregando bolsinhas com glosses, batons, blushes enquanto os meninos ficam confinados às fantasias de heróis.
    Muito meninos já trazem de casa esse conceito de que maquiagem e esmalte são coisas de menina (uma pena, porque podemos observá-los olhando com muito interesse e vontade quando fazemos uma make de princesa numa menina).
    Outros, no entanto, que pertecem às famílias que não cobram deles uma postura machista desde a infância, se arriscam e nos pedem para pintar unhas ou o rosto.
    Essa curiosidade é natural e o que deveria acontecer é que a crianca explora o objeto de sua curiosidade até esgotá-lo e, a partir daí, perdem o interesse.
    Interessante como nossa sociedade se posiciona de maneira preconceituosa, no entanto, quando pegamos pais brincando com filhos de lutinha isso quer dizer que a crianca será um lutador e baterá em todos que encontrar?
    Outro ponto, quem nunca brincou de polícia e ladrão? Ser o ladrão na brincadeira significa que você será ladrão quando crescer?
    Possibilitar às criancas um ambiente sadio onde ela pode explorar os objetos à sua volta e seu mundo de fantasia só colabora para a formacão de uma identidade saudável!
    Antes de falarmos de algo, deveríamos pensar: será que sabemos como esse pais e mães famosos lidam com estes tipos de questões em casa?
    Será que podemos julgar a maneira como se criam os filhos?
    Bom, é isso!

  • RESPONDER
    Livia
    15.09.2010 às 18:45

    Muito interessante o comentário da Qkinha, concordo totalmente.

  • RESPONDER
    julia
    16.09.2010 às 16:06

    Cada um faz o que quer. Mas depois não reclama tambééém, né? Filho de famoso é famoso. Os pais precisam tomar cuidado pra não expor a criança a uma situação que um dia pode envergonhá-la. Criar meninos e meninas de maneira igual é ótimo. Só que essas crianças têm uma exposição maior e tudo vira notícia… Um perigo. Criança é criança. E tudo é normal. Mas com elas é um pouquinho diferente… eu acho…

  • RESPONDER
    julia
    16.09.2010 às 16:08

    …mas acho que daqui a pouco homem é mulher, mulher é homem, calça, saia… e vão todos pro terapeuta resolver as dúvidas existenciais. Ninguém sabe o que é, nem o que quer… Tudo pode. Direitos, direitos, direitos… e perturbação mental.

  • RESPONDER
    Raquel
    16.09.2010 às 21:27

    Como futura psicóloga, isso é um post preocupante, a meu ver. Não só pelo conteúdo dele, mas pelos comentários que foram a favor do que fora escrito.

    Gente, por favor, vamos pensar um pouco!

    Veja bem, vivemos num mundo em que somos tão “adestrados” desde cedo com o que é tido como “de menina” e “de menino” que não notamos quão ridículo isso possa parecer!

    Quem foi que determinou que garotos têm que gostar de futebol e ter cabelo curto e/ou que as garotas têm que ser femininas e gostar de boneca?!?! Obviamente que esses “gostos” não são NATURAIS! Eles nos são impostos por uma sociedade ocidental do séc. XIX, ou seja, pela cultura. Nada mais do que isso! Ou eu e vocês já nascemos pintando as nossas unhas, cozinhando ou passando batom…? “Papo exclusivo de menina”?!?!?!

    Logo, nem percebemos, mas comentários como os expostos anteriormente são machistas, homofóbicos e preconceituosos sim! Isso porque atitudes tidas como “anormais”, que fogem da regra, nos remete imediatamente a algo errado, quando, na verdade, isso é (ou deveria ser) extremamente aceito de uma criança! Criança quer experimentar, descobrir um mundo de possibilidades e, se os pais permitem essa liberdade normal, elas serão felizes consigo mesmas.

    …………..

    O que eu achei um pouco chocante é como é “aceito” essas mesmas experimentações de crianças como Suri, as irmãs Affleck e Willow – tidas aqui como fashionistas. Ou seja, se a curiosidade estiver levando-as para o caminho “correto” de serem femininas, com estilo, não há problema! Por favor, né?! Estamos tão cegas assim para achar normal uma menina de 4 anos de salto, mas um menino da mesma idade usando esmalte o cúmulo da modernidade?!

    Por fim, não, a Shiloh não está mais menino do que o Kingston. Ou você quer me dizer que a sexualidade de uma pessoa é baseada nesses fatos?

    …………..

    Para pensar, galera!
    A internet é feita para se expor opinião, então, é sempre bom começar a refletir nesse tipo de coisa.

    …………..

    Beijos!

    Raquel
    http://meumix.wordpress.com

    • RESPONDER
      (f)utilidades
      17.09.2010 às 0:42

      Raquel, eu concordo completamente com o fato desse tipo de “separação” ser feita desde que nascemos e que de certa forma isso pode ser prejudicial. Mas no meu ver – e deixo claro, meu ponto de vista é totalmente leigo, apenas de conversas e observações de pessoas que eu conheço e já têm filhos – essa separação acontece naturalmente através da observação do cotidiano dos pais. Falo isso com experiência na minha educação. Meus pais nunca vetaram minha criatividade nem a minha liberdade de expressão, ,mas, por exemplo, eu via minha mãe se maquiando sempre, e nunca vi meu pai fazer isso. Obviamente associei que homens não usam maquiagem, mas as pessoas crescem, evoluem e podem mudar de opinião, e hoje em dia isso está mudando e não acho mais tão estranho um homem que disfarce um defeitinho ou outro que o esteja incomodando.

      Mas por enquanto, eu vou continuar achando estranho, sim, que uma mãe (seja ela famosa ou não) vá ao salão com o filho e deixe ele fazer as unhas (sim, na foto eles estavam saindo do salão, pq antes ele estava com as unhas amarelas iguais a da mãe), assim como acho horrível uma criança de 8 anos com o cabelo alisado com formol (e a mãe é famosa tb!) e concurso de mini miss.

      Só falei que não vejo tanto problema com a Suri, porque todas as fotos que vemos dela, ela pode estar um pouquinho exagerada no modo de se vestir? Sim! Mas vc tb vê várias fotos dela descabelada, com batom todo espalhado pelo rosto e as unhas mal feitas, típico de meninas nessa idade que querem brincar com a maquiagem da mãe! Pra mim, isso sim é dar liberdade pra criança se expressar.

      E quanto à Shiloh, em momento nenhum eu critiquei o fato que ela estava parecendo um menino e nem dei a entender nada sobre a sexualidade dela hoje ou no futuro (assim como também não me importa se o Kignston é, não é ou vai ser gay). A própria Angelina falou que ela só gosta de se vestir de menino. E como eu tava há um tempo sem vê-la, fiquei impressionada. Mas no fim das contas, ela está vivendo uma infância normal (pra realidade dela, claro) e sendo livre.

      E não acho preocupante que tenha gente concordando comigo. Graças a Deus cada um tem a sua opinião que foi formada por um conjunto de experiências pessoais. E eu até acho legal que tenha gente achando que eu estou, sim, antiquada. Eu também acho que estou, mas nunca vou achar normal que crianças se submetam a tratamenos estéticos com uma idade que elas ainda não têm nenhuma idéia do que é certo ou errado pra elas.

    • RESPONDER
      Thais
      15.06.2014 às 2:45

      Eu sei que é um post antigo, mas…
      Raquel, mandou super bem no seu comentário!

      Também achei super preocupante tanto o post como os comentários preconceituosos dos outros(as) leitores(as).
      São crianças e estão experimentando o que querem, sem imposições. Estão sendo penas livres pra se expressar.

      Se a Shiloh por exemplo quisesse se vestir de menino e seus pais não deixassem ela não estaria, assim, sendo reprimida? Com certeza. Dou é meus parabéns para seus pais por estar ao seu lado nisso, o que é super importante.

      Nossa amiga aqui do (f)utilidades poderia ter sido mais clara em seu post sobre a aversão ao exagero dessa perfeição estética em crianças, que foi o que deu a entender nesse ultimo parágrafo da resposta a você.

      E ao contrário do que muitos pensam, eles sabem sim e muito bem o que estão fazendo, já que estão fazendo o que genuinamente querem fazer, sem modismos ou estereotipos.

      Digo então, ainda bem que essas duas crianças tem pais tão compreensivos. Com certeza essas crianças terão uma boa infância e não terão medo da felicidade, no futuro.

      • RESPONDER
        Carla
        16.06.2014 às 13:49

        Thais, esse foi um dos posts que eu mais aprendi com os comentários na história do blog! Mudei de opinião 100% com tudo que eu li e reparei como a minha visão era bitolada. Que bom que a gente aprende e aprende a mudar de opinião também, né? E que bom que eu aprendi isso antes de ter filhos, ainda tenho tempo de ser uma mãe que não reprime os filhos. :)

  • RESPONDER
    Tati Melega
    17.09.2010 às 9:37

    Afff. que post polêmico!!
    Acredito na liberdade de expressão, acredito que cada um faz o que quiser da vida, concordo que as crianças devam explorar seu lado criativo e tb concordo que a sociedade estipulou o que é de menina e o que é de menino.
    Porém a deixar seu filho de 4 anos sair na rua de esmalte pink acho um pouco demais. Ainda mais sabendo que seu filho será fotografado e estampará um monte de revistas e sites mundo a fora.

  • RESPONDER
    Camis
    17.09.2010 às 15:04

    Só digo uma coisa sobre isso de dois pesos e duas medidas por uma ser mulher e o outro ser homem:

    “Girls can wear jeans
    And cut their hair short
    Wear shirts and boots
    ‘Cause it’s OK to be a boy
    But for a boy to look like a girl is degrading
    ‘Cause you think that being a girl is degrading
    But secretly you’d love to know what it’s like
    Wouldn’t you?
    What it feels like for a girl”

    Tá mais do que na hora de rever conceitos. E melhor ainda que a Gwen peite isso, porque quanto mais comportamentos assim forem divulgados, mais liberdade teremos. Até o dia em que as pessoas não mais pensarão que azul pra menino e rosa pra menina é uma questão genética!

  • RESPONDER
    Natália
    17.09.2010 às 19:50

    Gente!

    Concordo plenamente com o comentário da Raquel!
    Nunca postei aqui, apesar de entrar sempre, e ainda me espanto o quanto as pessoas são preconceituosas! No fundo, todo mundo está preocupado com o que o outro está pensando! E daí que ele vai aparecer nas revistas? E daí que ela parece um garoto?

    No fundo, o medo (dos outros, pois graça aos céus, as mães deles não estão preocupadas!) é que isso defina a escolha sexual no futuro (um absurdo, pois eles ainda são crianças, e tem muiiiiito tempo para pensar neste assunto!), e não se eles estão sendo submetidos a tratamentos estéticos ou se eles não tem limites! E segundo, qual o problema se ele ou ela virem a se tornar homessexuais?
    Esta é a grande questão!

    No fundo, a verdade é que nos preocupamas mais com o que o outro pode achar, do que com a nossa liberdade e vontade nossa.

    De qualquer forma, boa discussão e parabéns pelo blog!

    http://www.thestylenotebook.com.br

  • RESPONDER
    Natália
    17.09.2010 às 19:51

    Ops! Foi um nossa a mais! Desculpe! rs

  • RESPONDER
    venzingS
    10.08.2011 às 10:51

    Great One…

    I must say, its worth it! My link, http://ameblo.jp/corrine11/,thanks haha…

  • RESPONDER
    Hehmer
    13.08.2011 às 21:29

    Great One…

    I must say, its worth it! My link, http://amy11.beeplog.com/,thanks haha…

  • RESPONDER
    Chantelle
    11.09.2011 às 7:51

    Great…

    love your blog, http://www.horse-networks.com/user/belinda/blogs ,Thanks again….

  • RESPONDER
    Gander
    12.09.2011 às 17:51

    Great…

    love your blog, http://www.shadese.bloger.hr/ ,Thanks again….

  • RESPONDER
    Cander
    14.09.2011 às 3:47

    Great…

    love your blog, http://www.horse-networks.com/user/belinda/blogs ,Thanks again….

  • RESPONDER
    Renata
    14.08.2014 às 1:00

    SIm, pessoa evoluidas, no caso os pais de Shiloh e Kingston! ja vc não é nada evoluida. Triste este post e lamentável. Faça um blog evangélico que vc ganha mais. Vergonhoso, nojento e lamentável sua atitude.

  • RESPONDER
    Ana
    02.09.2014 às 19:15

    Parabéns por expressar sua opinião sincera! O post é antigo, mas bastante honesto. Concordo em gênero, numero e grau. Aliás, só quem discorda é “GLS”, quem quer parecer moderninho e quem não tem filhos. Coisa mais chata esse papo de termos que aceitar tudo! A onda agora é ser permissiva e achar que homossexualismo é moda, é legal. Cada um tem sua opinião. Homossexualismo é opção sexual, não é regra de comportamento. Agora todo mundo que preza pela família é evangélico fanático. Saco cheio dessa moda “diversidade”. Respeitem a diversidade de opiniões também. Um beijo!

  • RESPONDER
    Ana
    02.09.2014 às 19:22

    Nossa, que triste, agora que vi que vc se disse estar 100% enganada pelo comentário …Infelizmente, hoje em dia, as pessoas emitem opiniões baseadas no que os outros acharão. Uma pena você não manter a sua posição devido a opinião das pessoas….Me conte se vc a manterá depois que tiver filhos.

  • RESPONDER
    Alexandra Vargas
    13.09.2014 às 10:22

    não vai mudar EM NADA a vida de ninguém aqui.

  • RESPONDER
    Mandy
    07.10.2015 às 11:29

    Realmente, o nome do blog nao poderia ser outro, essa foi a materia mais fútil e idiota que já li em minha vida.
    conservadores imbecis!

  • Deixe uma resposta