27
mar
2015

Look da Jô: festa da revista Glamour!

Looks, Moda

Hoje o vestido é longo, mas não fui madrinha de casamento! Ufa! De qualquer forma, não escapo por muito tempo, afinal em outubro serei madrinha pela oitava vez (se minhas contas estiverem certas).

Ontem rolou o Prêmio Geração Glamour e com isso tivemos um verdadeiro tapete vermelho paulista pela frente. Como vocês podem ter notado, eu passei a semana mais ausente. Coloquei o DIU no começo da semana, fiquei um dia inteiro cheia de cólicas e quando ela melhorou, arrumei um problema de garganta. Ou seja, minha saúde estava instável essa semana.

De qualquer forma, o médico me liberou para fazer a Cinderela e ficar na festa até as 23:30. Adivinhem que horas eu fui dormir? Quase cinco da manhã. Não fui obediente e agora não tenho voz, nenhuma mesmo. Isso para quem adora falar é quase um martírio!

De qualquer forma, vamos ao que importa? Queria mostrar o meu look!

Vestido-longo-Jô

post-beleza-jo

vestido Martu | sandália Manufact | brinco vintage da vó

Depois de uma noite com praticamente 39 graus de febre e uma passada no hospital pela manhã, eu acredito que as meninas da Puntuale conseguiram fazer milagre com meu cabelo e make. Para quem não conhece, a Rachel, que comanda a Puntuale, tem um serviço de beleza incrível para noivas e madrinhas. Essa turma fica em São Paulo, mas fazem casamento no Brasil inteiro.

O preço é dentro da média que paguei da última vez que fui madrinha, mas a estrutura é mais profissional, no padrão da empresa. Eu contarei mais sobre isso depois, porque acho que é um tipo de serviço que vale divulgar!

Falando em ser madrinha, acho que encontrei minha sandália oficial para o cargo: linda, nem prata, nem dourada e com salto de 9cm, sendo que 2 são de plataforma. Aguentei super bem, e olha que dancei muito (que o médico não me leia rs).

sandalia-para-madrinhas

Gostaram também? O que vocês acharam do look?

Beijos

26
mar
2015

TV: Cézar e o personagem mais sem carisma de todo BBB!

Lifestyle, Reflexões

Eu não sou uma entusiasta do BBB. Quem costuma assistir por aqui é a Ca, mas sempre que tem algum motivo para reflexão ela me conta tudo, eu leio várias matérias, assisto trechos e me interesso por uma coisa ou outra envolvendo o comportamento humano. Nessa edição comecei a ver para entender o caso Amanda-Fernando-Aline e me deparei com outra coisa, outro participante.

O personagem é o Cézar. Eu nunca vi um personagem montado para ganhar tão mal feito quanto esse. Ao longo de todos esses anos sei que vários participantes criaram um estereótipo visando vencer o jogo, e vários deles conseguiram. Até então, para mim, o mais descarado de todos para mim era o Dhomini, vide que o namoro com Sabrina foi apenas de fachada e quando ele saiu, ele seguiu com a namorada anterior.

jd7zf

Criar um personagem para agradar, mostrar valores e conquistar o público demanda talento, carisma, coesão e psicológico muito bem resolvido. Na história dos BBBs vimos várias pessoas mostrando essas características e algumas delas levaram o prêmio. Para mim,  foi inspirado no histórico de vencedores que Cézar “buscou suas referências”, as bateu no liquidificador e criou uma personalidade purê de batata, muito da sem sal.

Ele não se entregou, ele fingiu emoção e fingiu participar. Até a sua forma de conjugar verbos muda quando ele está ao vivo.  Hoje, toda a minha atenção se vira para Cézar, que mesmo sem carisma, sem aliados e sem coerência está se mostrando forte no jogo. Até o mais arquitetado dos vencedores conseguiu “se entregar no jogo” ainda que de forma pensada, planejada. Nunca ninguém venceu fazendo a “mosca morta”.

Quando vejo a possibilidade de Cézar ganhar o jogo eu só penso que o BBB15 deveria pegar o banquinho e sair de fininho. Sei lá, doar o prêmio para o Criança Esperança ou algo assim, como pode alguém que não se envolveu em nada ganhar o jogo? Como pode convencer as pessoas se fazendo de coitado com uma interpretação digna de peça de colégio infantil?

cezar conf

ph: Cartas para Pi

Tá bom, Cézar…

Você quer ir para um Reality Show? Pegue carona no nome e seja você mesmo, mostre um jogo “de vida real”, mesmo que essa vida real esteja um pouco maquiada.

O mais engraçado é que eu nem sei porque estou impressionada. Já cansei de ver gente com centenas de milhares de seguidores no instagram que vive uma vida online completamente falsa. Esses perfis postam fotos de lugares que não foram e coisas que não têm, tudo para mostrar algo que não é verdade. Se o mundo está cheio de farsas mal feitas nas redes sociais, não era de se estranhar que um personagem como esse decolasse no Big Brother, não é mesmo?

Se é para entrar no BBB seja você mesmo! Se é para ter redes sociais, seja você mesma! Claro que quando envolve “o grande público” é preciso ter cuidado e responsabilidade, mas não precisa criar um personagem vazio. Mostre facetas de quem você é, não crie uma versão tabajara de uma pessoa que não existe.

Eu espero muito (mas muito mesmo) que o Cézar não ganhe o BBB, ainda que eu não consiga torcer para nenhum candidato, eu acredito que quem mal interagiu durante sua participação não deveria ganhar o jogo!

De qualquer forma é o Brasil que vota, a mim só cabe esperar.

Beijos

25
mar
2015

Look da Cá: Pode não parecer, mas eu estava inspirada

Looks, Moda

Preparadas para mais um capítulo de overdose de Carla? Pois é, a Jô abandonou o blog e me deixou aqui – mentira, ela caiu de cama doente rs – mas ela já volta!

Enquanto isso, eu já vou soltando uns posts que seriam de outras semanas, como esse look que usei em um evento antes do Carnaval (!!) e era para ter sido postado há milênios, mas acabei esquecendo!

Engraçado que não era para eu esquecer desse look, porque eu lembro exatamente da criação do dito cujo e como eu fiquei empolgada com o resultado final! Vou mostrar logo depois explico melhor:

look1 look2Camiseta Animale | Calça Carina Duek para C&A | Bolsa Riachuelo | Sapato Vicenza

Antes de tudo, desculpem pelo foco bizarro. Não é sempre que eu me entendo com a câmera quando eu tenho que me virar nos 30 e confiar no timer e no tripé. Estava com pressa e vendo as miniaturas na câmera parecia que estava tudo lindo, foi só passar para o computador para eu ter noção do desastre! Não salvou quase nenhuma! rsrs #mulhermelhore

Agora voltando à criação do look, eu me lembro perfeitamente de estar inspirada. Sabia que eu queria usar a camiseta – porque ela foi uma daquelas peças que eu comprei e passei a semana usando – e também sabia que eu tinha que ir por um caminho mais arrumado e casual.

Olhei meu armário inteiro e fiquei morrendo de dúvida! Como vocês sabem, amo uma oncinha, misturar estampas, mas ultimamente looks coloridos não têm sido o meu forte. Só sei que o momento de questionamentos durou uns 5 segundos, porque do nada veio uma luz (só isso explica) e parecia que meu braço já sabia onde queria ir antes mesmo de eu parar para pensar se ia dar certo. Para mim, essa luz só tem um nome: inspiração, e daquelas fortes.

Peguei a calça, a carteira, vi que estava tudo certo até chegar na hora do sapato. Vocês acreditam que eu sempre tenho dúvidas de que cores de sapato ficam bem com essa calça? Aí eu lembrei dessa sandália que já é figurinha famosa aqui no blog, e quando eu botei eu achei que tinha um look 100% redondinho!

Sei lá, fiquei orgulhosa de mim, confesso. rs

Mesmo não tendo muitas fotos para registrar esse momento, acho que deu para entender a proposta, né? Já aconteceu isso com vocês? De baixar uma inspiração maluca e vocês criarem uma produção que depois vocês se orgulharam?

Beijos!

Carla

 

 

Página 1 de 89512345...102030...Última »