30
set
2016

Brincando de textos curtos: mil vidas

Relacionamento, textos curtos

Eu viveria mil vidas tentando sentir de novo o que sinto por você agora, nesse encontro mágico.

Minha alma se mistura na sua e ilumina na meia luz do seu quarto.

O som da sua voz acalma meu coração. A melodia do seu violão traz paz no formato de ilusão.

Não posso dizer que não sonhei com um amor assim, achava que só passava de história de livros. De romances de protagonistas com coragem de se entregarem por inteiro.

Tanta gente no piloto automático e nós dois aqui, em voo livre, sem medo de cair.

Morrer já parece covardia porque é preciso de coragem para se entregar para vida. Para viver nós dois.

Nós já fomos encontro, intensidade, despedida, hiato, ausência, presença e agora somos entrega.

Hoje, eu sou sua e você é meu. O amanhã não importa agora.

Eu viveria mil vezes pra te sentir aqui.

banner-snap

29
set
2016

Uma calça – saruel – dois looks!

Jabá que nós amamos:, Looks, Moda

Essa semana postamos (quase) todos os looks que fotografamos aqui em Nova Iorque, todos da AMARO. Sei que vocês só esperariam post de look na semana que vem, mas vamos queimar a largada e postar mais dois pra vocês, podemos?

Nós duas, uma calça (saruel!) e dois looks. Cada uma num estilo provando que mesmo a peça mais improvável pode ser muito versátil e dar vida à produções com propostas completamente diferentes.

Sabe aquela peça que você não se imaginava usando? É o caso dessa calça saruel super leve, fresca e perfeita para a primavera! A verdade é que nós já vimos muitas vezes esse tipo de calça em fotos incríveis de “street style” mas achávamos que elas funcionariam apenas em mulheres muito magras ou muito estilosas, ledo engano.

look-da-jo-2 look-da-jo-1 detalheblusa e calça AMARO | óculos Celine | sapato Cavage

Confesso que eu quis usar essa calça (super confortável) numa pegada almoço chique. Com direito à salto alto e uma blusa mais estruturada, menos molinha do que as malhas que sempre uso. Sei que essa produção é apenas uma das possibilidades dessa calça. No dia-a-dia eu acredito que vou usar o modelo com uma pegada mais confortável e menos sofisticada, como a Carla fez.

look-calca-saruel-amaro-3 look-calca-saruel-1 look-calca-saruel-amaro-2

Camiseta e calça AMARO | Óculos Carrera | Rasteira Schutz

Imaginem uma calça que você SEMPRE torceu o nariz. Imaginaram? Pois é, para mim a calça saruel faz parte desse grupo de peças que eu jurava que nunca usaria na vida. Saruel e com dois bolsos estilo calça cargo então, nunca pensaria mesmo!! Só que bati o olho nela e achei que seria algo que valeria a pena ter no meu armário, pelo menos para os dias de calor (que infelizmente já foram embora por aqui).

No meu caso, criei esse look pensando justamente no meu dia a dia, onde estou sempre procurando conforto aliado à estilo e tanto a calça quanto a blusa entraram perfeitamente nessa proposta. O que achei bem engraçado é que assim que vesti essa peça pela primeira vez não consegui imaginar que ela funcionaria em um look mais arrumadinho como o da Joana.

Ah, e o carrinho do Arthur vocês repararam que mudou? Pois é, lembram do post que eu fiz sobre o YOYO? Ganhamos o carrinho-transformer dos meus pais e só posso dizer que ele realmente é tudo que eu já tinha lido e mais um pouco! Amando!

Já deu pra ver que essa peça que parece tão difícil de usar pode protagonizar looks bem diferentes né?

Vocês gostaram dos nossos looks? Tem alguma sugestão?

Beijos

Fotos da incrível fotografa Brasileira em NYC: Martha Sachser Photography 

banner-snap

28
set
2016

Uma dica sobre Gigi e Kim (e todas nós)

feminismo, Mayara Oksman

Eu quero que alguém tente me explicar (porque é realmente difícil entender) o que faz um ser humano agarrar uma modelo a força no momento em que ela está saindo de um desfile em Milão. Além disso, quero entender como esse mesmo ser humano, poucos dias depois de agarrar a Gigi Hadid, tem a audácia de beijar a bunda da Kim Kardashian enquanto ela andava em uma rua de Paris. Na verdade – e isso é o pior de tudo – dizem por aí que esse cara é especialista em assediar celebridades.

Olha, o texto de hoje não é reflexivo nem longo como eu gostaria, mas precisei parar tudo e vir aqui rapidinho demonstrar minha revolta com esse pessoal que ainda acha que o corpo de uma mulher pertence a alguém além dela mesma. Primeiro: não, o que aconteceu com a Gigi e com a Kim não é engraçado. Segundo: como tem gente defendendo esse cara ainda? Como tem gente que acha que é só uma piadinha?

img_0601 img_0600

Então só porque elas são famosas, tudo não passa de uma piada? Ou, como cheguei a ler na internet esses dias, são os “ossos do ofício”? Só porque elas são figuras públicas qualquer pessoa pode chegar perto e fazer o que quiser? Por que chamaram a Gigi de histérica, de louca, de exagerada quando ela deu uma cotovelada no cara para conseguir se desvencilhar dele? Por que eu estou lendo comentários AGORA dizendo que se a Kim mostra a bunda dela no Instagram, ela “está sujeita a isso”?

Pergunto aqui para os machos: se você está andando na rua e vê um outro cara agarrar uma mulher a força, vai achar engraçado? Ou você vai fazer alguma coisa? No mínimo ajudar ela a sair correndo do local para evitar que algo pior aconteça? Quem sabe até ir até a delegacia mais próxima? Agora e se um babaca beijar a bunda de uma mulher na rua? Na balada? No bar? No parque? Na academia? O que vocês vão me dizer? Gente, eu digo para vocês: é assédio e pode virar algo muito pior em questão de segundos. Não pode e ponto final, se liguem.

mayara

 

Página 1 de 1.13012345...102030...Última »